MENU

Após menor nível desde 1999, dólar volta a operar em queda nesta terça

Após menor nível desde 1999, dólar volta a operar em queda nesta terça

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 2:28

                                    O dólar volta a ser negociado em queda nesta terça-feira (26), após fechar abaixo de R$ 1,55 pela primeira vez desde 1999 na segunda-feira (25).

Por volta das 13h10, a moeda recuava 0,25%, a R$ 1,539 na venda.

Embora agrade aos consumidores e turistas brasileiros que podem gastar mais nas compras em viagens para o exterior com o dólar barato,  a acentuada queda da moeda americana em relação ao real prejudica os exportadores, que passam a ganhar menos nas vendas para outros países.

Na véspera, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se disse preocupado com o câmbio e afirmou que o governo pode tomar novas medidas para frear a valorização do real. Ele não informou, no entanto, que medidas seriam estas e quando elas seriam anunciadas.     Antes da abertura do mercado nesta terça, o Banco Central anunciou uma pesquisa de demanda a ser feita às 18h desta terça-feira, visando avaliar as condições para a eventual realização de um leilão de swap cambial reverso.

Nos leilões de swap cambial reverso, o Banco Central vende contratos a preços futuros, com preços baseados na variação da cotação do dólar.

Na prática, esses leilões funcionam como uma compra futura de dólares. Em geral, o dólar sobe quando o BC realiza esses leilões, porque funciona como se o BC "enxugasse" o excesso de moedas que há no mercado. É como se mais pessoas estivessem comprando a moeda americana.

Na segunda, o dólar fechou abaixo de R$ 1,55 mesmo após três intervenções do Banco Central no mercado. A moeda norte-americana terminou em queda de 0,71%, vendida a R$ 1,544.

A taxa Ptax, média do valor da moeda durante o dia calculada pelo Banco Central e usada como referência para contratos futuros e outros derivativos, recuou 0,63%, a R$ 1,5449 para venda.          

veja também