MENU

Após recorde, vendas de carros devem cair 30%

Após recorde, vendas de carros devem cair 30%

Atualizado: Terça-feira, 4 Janeiro de 2011 as 10:03

Depois de registrar o melhor mês da história, com vendas de 381,6 mil veículos novos em dezembro, a indústria automobilística prevê para este mês uma queda de quase 30% nos negócios, para cerca de 270 mil unidades, segundo cálculos de executivos do setor. Eles ressaltam que, em janeiro, tradicionalmente ocorre desaceleração, mas muitas empresas preparam promoções para desova de estoques já neste fim de semana.

A General Motors (GM), que em dezembro vendeu 71 mil automóveis e comerciais leves, lança no fim de semana ação especial para venda de modelos da linha 2010, mas não adianta detalhes. "Será uma grande liquidação para começar o ano bem", limita-se a informar o gerente de marketing Hermann Mahnke.

Em todo o ano de 2010 foram vendidos 3,515 milhões de veículos, dos quais 3,33 milhões são automóveis e comerciais leves e o restante, caminhões e ônibus, de acordo com números preliminares de registros de licenciamentos. O resultado recorde é 11,9% maior que o de 2009 e marca o sétimo ano seguido de crescimento de vendas de veículos novos no País.

Para 2011, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta vendas de 3,6 milhões de veículos, mas diante do resultado de dezembro a previsão pode ser revista na quinta-feira, quando a entidade apresentará o balanço geral do setor, incluindo dados de produção e exportação. O Brasil encerrou 2010 como quarto maior mercado mundial de veículos, posto alcançado pela primeira vez. Está atrás de China, Estados Unidos e Japão. Já em produção, o País deve manter-se em sexto lugar no ranking mundial, com cerca de 3,6 milhões de veículos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

veja também