MENU

Atividade econômica inicia 4º trimestre em estagnação, diz Serasa

Atividade econômica inicia 4º trimestre em estagnação, diz Serasa

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 10:44

A atividade econômica brasileira iniciou o quarto trimestre do ano em estagnação, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (conhecido como PIB Mensal), divulgado nesta quarta-feira (21). Em outubro de 2011, não houve variação em relação ao mês anterior, sem influências sazonais.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento da atividade econômica foi de 1,3%, a menor taxa de expansão nesse tipo de comparação em dois anos. No ano, o crescimento acumulado da taxa caiu de 3,2% em setembro para 3,0% em outubro. Já nos 12 meses encerrados em outubro, a atividade economia mostrou avanço de 3,4%.

Segundo a Serasa, nenhum dos setores produtivos registrou crescimento em outubro. O melhor resultado ficou por conta do setor de serviços com variação zero em relação ao mês anterior. Na indústria, a queda foi de 0,1% e, no setor agropecuário, o recuo foi de 1,1%.

Registraram crescimento o consumo do governo e os investimentos: de 0,7% e 1,6%, respectivamente. "Porém suas contribuições positivas para a atividade econômica foram neutralizadas pela queda de 0,8% no consumo das famílias, a segunda mensal consecutiva deste componente da demanda agregada, e pela alta de 2,5% das importações de bens e serviços", disse a Serasa, em nota.

Com a estagnação observada em outubro, a taxa de crescimento trimestral passou de 0,0% no trimestre encerrado em setembro para -0,1% nos três meses terminados em outubro, "aumentando os riscos de presenciarmos contração da atividade econômica neste último trimestre de 2011". De acordo com a Serasa, caso isto se confirme, é possível que o PIB tenha uma taxa de crescimento abaixo de 3,0% em 2011.      

veja também