MENU

Balanço parcial da safra de cana mostra queda de produtividade

Balanço parcial da safra de cana mostra queda de produtividade

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 9:32

Uma destilaria de álcool em Sertãozinho, nordeste de São Paulo, deve moer 700 mil toneladas de cana nesta safra e produzir 62 milhões de litros de álcool. A capacidade da usina se manteve em relação à safra passada, mas a produtividade pode ter uma queda de 5 a 7%. “A gente acredita que tudo é por causa da grande quantidade de chuva que caiu nos meses de março e abril, o que atrasou o amadurecimento da cana”, diz Nadir Nascimento Júnior, gerente industrial.

Desde o começo da safra, as usinas do Centro-Sul do país moeram um pouco mais de 134 milhões de toneladas de cana, volume 22,6% menor que o processado no mesmo período do ano passado. A produtividade está 3% menor e a produção de etanol também caiu no comparativo. No acumulado da safra, até junho, o Centro-Sul fabricou 5,3 bilhões de litros, volume 25% inferior à mesma época da safra passada.

A produção de açúcar foi reduzida na mesma proporção, 25%, passando de nove milhões de toneladas para menos de sete no período.

Para a Única, União da Indústria Canavieira, um dos motivos da queda na produção foi o clima. Já a produtividade caiu por falta de investimentos na renovação dos canaviais. “Em 2008 tivemos um processo intenso de crise financeira, que impediu que o canavial fosse renovado diante da necessidade da lavoura. Isso impede uma produtividade melhor por hectare”, explica Sérgio Prado, representante da Única.

Além desses fatores, a colheita, este ano, começou mais tarde, o que também faz diferença no comparativo com a safra de 2010.            

veja também