MENU

Bancos completam 10 anos de lucro recorde, diz Austin Rating

Bancos completam 10 anos de lucro recorde, diz Austin Rating

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 4:08

O resultado divulgado pelos quatro principais bancos brasileiros no primeiro trimestre de 2011 completa um ciclo de dez anos de expansão e recordes, segundo estudo realizado pela Austin Rating. Em março de 2011, Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander superaram pela primeira vez a marca simbólica de R$ 10 bilhões de lucro, representando um aumento de 17% em relação ao primeiro trimestre de 2010.

"São dez anos de performance notável", disse Erivelto Rodrigues, presidente da Austin Rating. "Esses quatro bancos formam a elite do setor financeiro mundial em termos de qualidade e eficiência." O lucro consolidado desse grupo de quatro bancos apresentou um ligeiro recuo apenas no primeiro trimestre de 2009, por conta da crise financeira global. "Mesmo assim, a retomada já foi forte em 2010."

"Outras contas como ativos e crédito apresentaram crescimento ininterrupto nestes dez anos. O crédito já supera a casa do primeiro trilhão de reais", acrescenta Rodrigues. Essa sucessão de recordes do setor bancário pode ser atribuída ao crescimento do crédito, que foi puxado pela expansão econômica do país, caracterizado pelo aumento dos empregos e da renda, analisa o presidente da Austin. Além de crescer a carteira de crédito, os bancos também apresentaram evolução na qualidade dos empréstimos, com índices de inadimplência em declínio.

O período também foi marcado pelo fenômeno da bancarização, com o sistema financeiro ultrapassando os 120 milhões de clientes, boa parte pessoas que nunca tinham tido uma conta corrente. "Nos últimos dez anos, o volume de domicílios bancários dobrou, formando um conjunto de fatores que fez os ativos evoluírem expressivamente", diz Erivelto. "Hoje, os quatro grandes bancos têm R$ 2,7 trilhões, somando a Caixa Federal, já totalizam mais de R$ 3 trilhões em ativos, um número bastante relevante no contexto global."

Rodrigues lembra que os últimos dez anos não foram um mar de rosas para o setor financeiro. "Houve um grande estouro da bolha de crédito nos países desenvolvidos, mas os bancos brasileiros souberam superar essa turbulência graças à qualidade de gestão e ao nível de regulação e supervisão bancária do Banco Central do Brasil", afirma.

(Redação - Agência IN)

veja também