MENU

Bolsa cai 6,74% em São Paulo e tem queda generalizada nos outros países

Bolsa cai 6,74% em São Paulo e tem queda generalizada nos outros países

Atualizado: Quinta-feira, 18 Setembro de 2008 as 12

Bolsa cai 6,74% em São Paulo e tem queda generalizada nos outros países

Ontem, 17 de setembro, os mercados mundiais, incluindo a Bolsa de Valores de São Paulo, tiveram outro dia consecutivo de perdas, após o anúncio da falência do Lehman Brothers, o quarto maior banco de investimento dos Estados Unidos. O índice Bovespa fechou hoje (17) em queda de 6,74% e em 45.908 pontos, o nível mais baixo desde abril do ano passado. As ações da Rossi e Brasil Telecom foram as que mais caíram (18,14% e 14,24%, respectivamente), em um dia em que nenhuma ação teve alta.

As bolsas do mundo inteiro tiveram queda. Nos EUA, o índice Dow Jones fechou em baixa de 4% e 449,39 pontos, segunda pior marca do ano, e o Nasdaq registrou queda de 4,94% (109,05 pontos), segundo a BBC Brasil.

Na Europa, o índice FTSE, da Bolsa de Londres, teve queda de 2,2%. A bolsa de Frankfurt caiu 1,7% e o Cac 40, de Paris, perdeu 2,1%. Em Moscou, o pregão foi suspenso para evitar maiores quedas. Os mercados asiáticos tiveram reações distintas: houve alta em Tóquio e Seul e baixa em Hong Kong e Xangai. A bolsa da Austrália também caiu.

"Os investidores estão temerosos e tirando o dinheiro de países emergentes para socorrer suas finanças no exterior", explicou Tharcisio Bierrenbach de Souza Santos, diretor do curso MBA da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) de São Paulo. "Aqui, o prejuízo é menor, por isso os investidores tiram as aplicações daqui", disse o diretor.

O dólar fechou em R$ 1,867, com alta de 2.58%, a maior alta desde o ano passado. "Mas o ano não vai terminar assim, a tendência é cair um pouco", disse Santos.

O diretor do MBA não arriscou nenhum palpite para a atual conjunctura econômica. "Falar o que vai acontecer amanhã é tarefa para mago com bola de cristal, não professores de economia", brincou Santos, sobre a imprevisibilidade do momento.

veja também