MENU

Bolsa reaje a pronunciamento de Mantega, diminui queda e fecha a -5,43%

Bolsa reaje a pronunciamento de Mantega, diminui queda e fecha a -5,43%

Atualizado: Quarta-feira, 8 Outubro de 2008 as 12

Bolsa reaje a pronunciamento de Mantega, diminui queda e fecha a -5,43%

O principal índice do mercado de ações brasileiro, o Ibovespa, reagiu positivamente ao pronunciamento do ministro da Fazenda, Guido Mantega, diminuiu a forte queda que apresentou durante esta segunda-g-feira, dia 6 de outubro - às 12h45 operava a -15,5% - e fechou em -5,43%.

O pregão passou a subir imediatamente após a entrevista coletiva concedida por Mantega. A bolsa operava a, aproximadamente, -12% por volta das 16h, quando Mantega iniciou seu pronunciamento. Às 16h45, o pregão estava em -7%.

A bolsa fechou a -5,43%, a 42.100 pontos. O dólar subiu 7,53% e, no final do dia, estava cotado a R$ 2,20.  

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) chegou a estabelecer novas regras para o funcionamento do circuit breaker no dia de ontem. O mecanismo, que interrompe o pregão todas as vezes que o índice atinge -10% e -15%, contou com um novo patamar para suspender as negociações: -20%. No entanto, o novo patamar não foi utilizado.

A Bolsa de Valores de São Paulo interrompeu o pregão duas vezes nesta segunda, em um intervalo de aproximadamente duas horas, com quedas de -10% e -15%. Foi a primeira vez desde 10 de setembro de 1998 que o circuit breaker teve que ser acionado duas vezes no mesmo dia. Na segunda-feira passada (29), uma queda acentuada também fez com que o mecanismo fosse acionado.

veja também