MENU

Bolsas da Europa fecham sem direção comum

Bolsas da Europa fecham sem direção comum

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 4:12

As principais ações europeias caíram pelo terceiro dia consecutivo nesta quinta-feira (10), prejudicadas por resultados desapontadores de companhias como Credit Suisse, Diageo e Air France-KLM.

No entanto, a notícia de que o presidente do Egito, Hosni Mubarak, poderá deixar o cargo ajudou a levantar os preços do petróleo. Ações relacionadas ao setor energético também tiveram valorização com a notícia, crescendo 0,3% após terem recuado anteriormente, o que evitou perdas maiores no índice FTSEurofirst 300.

O índice, que reúne as principais ações do continente europeu, fechou com baixa de 0,18%, em 1.169 pontos, após atingir a mínima de 1.159 pontos no pregão.

"As notícias sobre Mubarak foram uma pequena ajuda, mas estamos numa fase de correções de longo prazo no mercado acionário. Ainda poderemos ver baixas", afirmou Jawaid Afsar, negociante da Securequity. "A notícia, em si, é bem-vinda, mas existe um lado negativo: a incerteza sobre o que virá à frente."

As ações da Credit Suisse caíram 5,8% após a divulgação de seu lucro no quarto trimestre, que ficou abaixo das expectativas do mercado, enquanto o setor bancário europeu recuou 1,3%.

O grupo Diageo, cujos resultados do segundo trimestre do ano fiscal também ficaram aquém das expectativas do mercado, teve queda de 4,6% em suas ações. As ações da Air France-KLM tiveram queda de 7,68% após as projeções negativas de lucro para trimestres futuros.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,53%, a 6.020 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,26%, para 7.340 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 avançou 0,11%, para 4.095 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib encerrou em baixa de 0,38%, a 22.597 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 1,31%, para 10.792 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve variação negativa de 1,83%, para 7.957 pontos.

veja também