MENU

Bolsas da Ásia fecham sem direção comum diante de dados da China

Bolsas da Ásia fecham sem direção comum diante de dados da China

Atualizado: Quinta-feira, 21 Outubro de 2010 as 1:08

Dados referentes ao desempenho da economia chinesa impactaram de forma distinta as bolsas da Ásia nesta quinta-feira (21).

Após o governo da China anunciar desaceleração no crescimento econômico no terceiro trimestre e avanço da inflação em setembro, o índice Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, recuou 0,68%, para 2.983,53 pontos. Já em Hong Kong, o índice Hang Seng seguiu em mão contrária e registrou alta de 0,39%, aos 23.649,48 pontos.

Na bolsa de Tóquio, o Nikkei 225 cai levemente, 0,05%, para 9.376,48 pontos, enquanto em Taipé o Taiwan Taiex apresentou leve valorização, de 0,08%, aos 8.131,23 pontos. O índice Kospi, da bolsa de Seul, por sua vez, avançou 0,23%, para 1.874,69 pontos.

Em Sydney, o S&P/ASX 200 recuou 0,04%, para 4.622,90 pontos, com as ações dos bancos em baixa, enquanto as das mineradoras subiram. Os papéis do National Australia Bank recuaram 2,12%, seguidos pelos do Australia & Nz Banking e do Westpac, com quedas de 1,32% e 1,20%, respectivamente. Na outra ponta, as ações da BHP Billiton ganharam 0,83%, acompanhadas pelas da Rio Tinto e Newcrest, com altas de 0,66% e 0,43%, respectivamente.

Nesta quinta-feira, o governo da China informou que a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) do país no terceiro trimestre foi de 9,6% na comparação com o mesmo período de 2009, o que representa uma desaceleração frente aos 10,3% registrados no segundo trimestre e aos 11,9% referentes aos primeiros três meses do ano.

A inflação, por sua vez, avançou no mês passado, chegando a uma taxa anualizada de 3,6% - a maior em quase dois anos.    

veja também