MENU

Bolsas da Ásia sobem mesmo com dados fracos da China

Bolsas da Ásia sobem mesmo com dados fracos da China

Atualizado: Sexta-feira, 1 Julho de 2011 as 8:49

As Bolsas asiáticas atingiram seu maior nível em quase um mês nesta sexta-feira, alavancadas pelo recuo do temor quanto à um default na Grécia e dados encorajadores dos Estados Unidos.

O mercado acionário na Ásia iniciou o novo trimestre em tom positivo, com o índice de ações da Ásia-Pacífico fora do Japão atingindo seu maior nível desde o início de junho. Pela manhã, o índice subia 0,38%, a 483,11 pontos.

Os mercados parecem ter levado em conta dados da China mais fracos que os esperados em seu avanço. Os papéis que compõem o MSCI da Ásia-Pacífico perderam ganhos após a divulgação dos dados, mas recuperaram terreno mais tarde.

"Dados econômicos globais sobre os EUA e o progresso nos problemas da dívida da Grécia estão alimentando o apetite por ações hoje", disse Lee Sun-yeb, analista de mercado da Shinhan Investment.

O parlamento grego aprovou a lei detalhada de austeridade e privatizações na quinta-feira em um voto crucial para garantir fundos de emergência e evitar uma iminente falência.

Dados da quinta-feira mostrando aceleração da atividade industrial no Meio-Oeste norte-americano em junho também ajudaram a levantar as ações, com o índice Nikkei avançando 0,53%, e as ações na Coreia do Sul registrando alta de 1,19%.

Os últimos dados sobre os EUA e o recuo dos temores com a Grécia podem ajudar a tirar o mercado acionário global de seu abatimento, disse Kiyoshi Noda, diretor de gestão de fundos na MU Investments, em Tóquio.

Ações asiáticas perderam ganhos com dados mostrando que o setor industrial chinês cresceu em seu pior ritmo em 28 meses em junho. O indicador de gerentes de compras (PMI) recuou para 50,9 pontos em junho contra 52 pontos em maio.

Embora a moderação da atividade não aponte para uma forte queda no crescimento econômico chinês no momento, os dados foram ligeiramente piores que as previsões e levaram alguns analistas a prever que a China pode ser menos agressiva nas condições da política de aperto monetário mais tarde este ano.

O índice acionário de Xangai caiu 0,10%. O mercado de Hong Kong não operou.

A bolsa de Taiwan avançou 1,01%. Cingapura teve alta de 0,60 por cento, e Sydney recuou 0,36%.

veja também