MENU

Bolsas de Cingapura e Sydney modificam projeto de fusão

Bolsas de Cingapura e Sydney modificam projeto de fusão

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 9:29

As Bolsas de Cingapura e Sydney anunciaram nesta terça-feira uma alteração no projeto de fusão apresentado em outubro e que pretende criar uma das praças financeiras mais importantes do mundo.

Segundo a nova proposta, a nova empresa terá um número idêntico de diretores para cada país. No primeiro projeto, Cingapura tinha 11 diretores e a Austrália, quatro.

Bolsas avaliam fusão que criará a maior operadora do mundo

"As mudanças e compromissos anunciados hoje, combinados com as regulamentações existentes, reforçam nossa crença de que a proposta de fusão ASX-SGX é do interesse dos acionistas e do interesse nacional para a Austrália", afirmou o presidente da Bolsa de Sydney, Davis Gonski.

A SGX (Bolsa de Cingapura) fez em outubro uma oferta de US$ 8,2 bilhões para absorver a ASX (Bolsa de Sydney).

O objetivo da fusão é unir o peso da Bolsa de Sydney no setor das matérias-primas com o valor do mercado de Cingapura, mais internacional e permeável ao dinamismo da economia chinesa.

Em termos de empresas cotadas, a fusão ASX-SGX superaria Tóquio e seria o segundo maior polo da região, depois de Mumbai, oferecendo mais de 2.700 empresas de mais de 20 países, entre elas 200 chinesas.

veja também