MENU

Bolsas de NY fecham em alta após dados positivos

Bolsas de NY fecham em alta após dados positivos

Atualizado: Sexta-feira, 19 Fevereiro de 2010 as 12

O mercado acionário americano fechou em alta pelo terceiro dia seguido nesta quinta-feira, dia 18, uma vez que investidores interpretaram uma nova bateria de bons resultados corporativos e dados do setor manufatureiro como evidência de que a recuperação continuará.

O Dow Jones Industrial Average - referência da Nyse (Bolsa de Valores de Nova York, na sigla em inglês) - avançou 0,81%, para 10.392 pontos, enquanto o ampliado S&P 500 ganhou 0,66%, para 1.106 pontos. Na Bolsa tecnológica Nasdaq, o indicador Nasdaq Composite 0,69%, para 2.241 unidades.

No after-market, no entanto, os indicadores futuros caíram logo depois de o Fed (Federal Reserve, o BC americano) anunciar alta de 0,50% para 0,75% na taxa de redesconto (juro de empréstimos emergenciais a bancos). A baixa nos índices futuros refletia o receio de que a medida do Fed marque o início de uma possível retirada da liquidez injetada no sistema financeiro durante a crise.

No pregão regular, os agentes intensificaram o peso das notícias positivas, concentrando-se em dados que mostraram melhora no setor manufatureiro do Meio-Atlântico do país. Eles deixaram de lado uma perspectiva decepcionante do Wal-Mart e um surpreendente aumento nos pedidos de auxílio-desemprego.

O Departamento de Trabalho divulgou que o número de trabalhadores pedindo auxílio-desemprego subiu inesperadamente em 31 mil, para uma leitura com ajuste sazonal de 473 mil na semana terminada em 13 de fevereiro.

Enquanto isso, o Fed da Filadélfia informou que o índice de atividade fabril na região do Meio-Atlântico subiu mais que o esperado em fevereiro, para 17,6 pontos.

Os papéis do Wal-Mart recuaram, depois que a maior varejista do mundo previu que seus resultados no atual trimestre podem não corresponder às expectativas de Wall Street, apesar de seu lucro trimestral ter subido mais de 20%.

veja também