MENU

Bolsas europeias sobem com perspectiva de juro baixo nos EUA

Bolsas europeias sobem com perspectiva de juro baixo nos EUA

Atualizado: Quarta-feira, 24 Fevereiro de 2010 as 12

As principais bolsas europeias tiveram uma quarta-feira de alta, ajudadas por comentários do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke de que as taxas de juros nos Estados Unidos devem se manter baixas por um longo tempo.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais empresas do continente, subiu 0,18 por cento, aos 1.013 pontos, depois de variar entre o azul e o vermelho durante o pregão.

Bernanke disse ao Congresso dos EUA que o fraco mercado de trabalho e baixa inflação devem permitir ao banco central manter os juros baixos por um longo tempo.

Sua visão da fraqueza econômica foi reforçada por dados ruins de moradias nos EUA. As vendas de novas moradias no país caíram inesperadamente para uma mínima recorde em janeiro, segundo dados do governo.

O diretor da Scottish Value Management, Colin McLean, em Edinburgo, disse que o mercado de moradias está "parecendo muito fraco nos EUA, como se fosse na Europa".

Segundo ele, "as pessoas ainda estão nervosas sobre o mercado financeiro e a solução europeia e grega. E algumas das ações do setor de recursos naturais podem ter atingido seu pico".

As ações de bancos avançaram no que se prova ser uma temporada positiva de resultados para o setor. HSBC subiu 2,5 por cento. Royal Bank of Scotland e Lloyds Banking Group subiram 0,4 e 3,4 por cento, respectivamente.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,52 por cento, a 5.342 pontos

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,2 por cento, para 5.615 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 avançou 0,23 por cento, para 3.715 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em alta de 0,58 por cento, a 21.346 pontos.

Em MADRI, na contramão, o índice Ibex-35 registrou queda de 0,57 por cento, a 10.254 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve variação negativa de 0,58 por cento, para 7.569 pontos.

Por: Brian Gorman

veja também