MENU

Bovespa acompanha mercado internacional e opera em baixa

Bovespa acompanha mercado internacional e opera em baixa

Atualizado: Terça-feira, 1 Novembro de 2011 as 1:59

A Bovespa opera em queda desde a abertura dos negócios nesta terça-feira (1º), com a volta das preocupações com um possível calote da Grécia, além da divulgação de dados da China que indicam desaceleração desaceleração da economia.

Às 13h38, o Ibovespa perdia 2,48%, a 56.890 pontos.

A proposta do primeiro-ministro grego, George Papandreou, de levar a referendo o novo acordo de resgate da Grécia, mexe com os negócios nos mercados

Influências

O anúncio de que a Grécia fará um referendo sobre seu acordo de resgate colocou em dúvida os esforços para resolver a crise de dívida da zona do euro, e a queda do índice manufatureiro da China em outubro contribuiu para o pessimismo do dia.

O dia começou com dados negativos vindos da China, onde informações oficiais mostraram que o índice do setor manufatureiro do país recuou para 50,4 em outubro, de 51,2 em setembro, abaixo das previsões feitas por analistas.

Na véspera, o Ibovespa recuou 1,97%, a 58.338 pontos. O volume financeiro do pregão foi de R$ 6 bilhões. No mês, o principal indicador do mercado acionário brasileiro subiu 11,49%. No ano, contudo, o Ibovespa ainda recua 15,82%.

Para Rafael Dornaus, operador de renda variável da Hencorp Commcor, há razões para o investidor estar cauteloso neste momento. 'Continuamos de olho principalmente nas notícias da China e da Grécia, e o dia todo será pautado pelas novidades que virão de lá', diz ele.

Notícias domésticas

Dado divulgado pela manhã pelo IBGE mostrou que a produção industrial brasileira caiu 2% em setembro na comparação com o mês anterior. No mês anterior, o mesmo indicador havia caído 0,1% (dado revisado) na mesma comparação.

No setor financeiro, o balanço do banco Itaú Unibanco mostrou um lucro líquido de R$ 3,807 bilhões no terceiro trimestre deste ano, o que representa aumento de 25,5% sobre igual período do ano passado. Apesar do resultado positivo, as ações do banco eram negociadas em queda de 3,76%, a R$ 31,48.

A Cielo teve lucro de R$ 457,6 milhões, com uma queda de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado.    

veja também