MENU

Bovespa fecha o dia em alta e atinge maior patamar em um ano

Bovespa fecha o dia em alta e atinge maior patamar em um ano

Atualizado: Terça-feira, 11 Agosto de 2009 as 12

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) superou o mau humor do início do dia e fechou em alta nesta segunda-feira, 10 de agosto, garantindo o melhor patamar de fechamento em um ano, desde 7 de agosto do ano passado.

O índice Ibovespa - referência para o mercado brasileiro - teve ganho de 0,89% no dia, aos 56.830 pontos. No ano, o índice acumula alta de 51,34%.

O volume financeiro negociado ficou em R$ 4,2 bilhões, um pouco abaixo da média das últimas semanas. Mas economistas destacaram que os investidores estrangeiros continuam presentes no país.

"O ânimo do investidor com o Brasil está bem maior do que em relação a outros mercados", disse Mauro Giorgi, gestor de recursos da Hera Investment. Os estrangeiros já injetaram, em termos líquidos, R$ 13,5 bilhões em ações de companhias brasileiras em 2009 até 5 de agosto.

Ações

Nesta segunda-feira, dia 10, os recursos novos tiveram alvos específicos. Um deles foi Braskem, saltando 10,7%, a R$ 10,75. Segundo operadores, a queda do dólar deve levar a petroquímica a reportar um ganho cambial gigante no balanço do segundo trimestre, que será divulgado esta semana.

Embraer foi outra a encabeçar os ganhos do índice, decolando 7,9%, a R$ 10,79. Segundo profissionais do mercado, alguns investidores estão animados com a chance de a companhia ser beneficiada com ganhos de IPI.

A Cosan, do setor de combustíveis, veio logo atrás, com incremente de 6,9%, para R$ 19,14, noutro dia de repique no preço do açúcar, que nesta sessão atingiu nova máxima em 28 anos.

A BM&F Bovespa ainda calibrou o índice, com ganho de 2,8%, para R$ 12,28. Em relatório liberado pela manhã, o UBS elevou a recomendação dos papéis da companhia de "neutra" para "compra".

Já as "blue chips" (ações mais negociadas) tiveram desempenho mais modesto, embora tenham revertido para cima no final do dia. A preferencial da Petrobras ganhou 0,3%, a R$ 32,10. A preferencial da Vale cresceu 0,1%, para R$ 33,07.

Outros pregões

Nos Estados Unidos, o índice Dow Jones, referência para o mercado de Nova York, teve queda de 0,34% nesta segunda-feira, enquanto o indicador de ações de tecnologia Nasdaq fechou com ganho de 0,40%.

O índice FTSEurofirst 300, referência principal dos mercados acionários da Europa, fechou em baixa de 0,64%, a 944 pontos. Em Londres, a queda foi de 0,2%; em Frankfurt, o índice DAX perdeu 0,75%; em Paris, a baixa foi de 0,47%.

As bolsas asiáticas fecharam em alta, ainda animadas pelos dados sobre emprego dos EUA, divulgados na sexta-feira (7). O índice Nikkei, de Tóquio, subiu 1,08%, para 10.524 pontos, maior patamar de fechamento em dez meses.

veja também