MENU

Bovespa opera em alta nesta quinta

Bovespa opera em alta nesta quinta

Atualizado: Quinta-feira, 24 Fevereiro de 2011 as 11:36

Nesta quarta-feira (23), o Ibovespa descolou-se do mercado externo e subiu 0,71%, aos 66.910 pontos, amparado pelas ações da Petrobras, principalmente. O giro financeiro foi novamente elevado e somou R$ 9,377 bilhões, dos quais mais de R$ 2,3 bilhões partiram apenas dos papéis da estatal.

Em Wall Street, o índice Dow Jones caiu 0,88%, para 12.106 pontos; o Nasdaq perdeu 1,21%, para 2.723 pontos; e o S&P 500 recuou 0,61%, para 1.307 pontos.

Cenário internacional

Os investidores iniciam as operações desta quinta preocupados com a situação da Líbia e seu forte impacto nos preços do petróleo.

Além de estarem de olho no cenário geopolítico, os agentes lidam nesta quinta com uma agenda carregada de indicadores.

Nos Estados Unidos, o dia reserva as encomendas por bens duráveis no mês de janeiro, a demanda semanal por seguro-desemprego, a venda de novos imóveis e o índice de atividade do Federal Reserve (Fed) de Chicago.

Na Europa, após uma pausa em janeiro, a confiança econômica na zona do euro voltou a aumentar, segundo levantamento divulgado pela Comissão Europeia. O indicador que mede o sentimento econômico na região subiu 1 ponto neste mês, para 107,8 pontos.

Já a Destatis, a agência de estatísticas alemã, mostrou que a economia do país continuou se desacelerando no fim de 2010. O Produto Interno Bruto (PIB) alemão avançou 0,4% nos últimos três meses de 2010 em relação ao trimestre anterior, após ter registrado avanço de 0,7% no terceiro trimestre, 2,2% no segundo trimestre e 0,6% no primeiro trimestre. No ano de 2010, o crescimento da economia alemã foi de 3,5%, após a retração de 4,7% em 2009.

Ásia

Na Ásia, as bolsas fecharam os negócios com rumo dividido, com as operações influenciadas pela disparada do preço do petróleo no mercado internacional.

No Japão, o índice Nikkei 225 teve queda de 1,19%; em Hong Kong, o Hang Seng teve desvalorização de 1,34%; e, em Seul, o Kospi baixou 0,60%. Em sentido contrário, o Shanghai Composite, da bolsa de Xangai, subiu 0,56%, acompanhado pelo Taiwan Taiex, de Taipé, que teve alta de 0,15%.

Brasil

No Brasil, o mercado ainda está atento nesta jornada a balanços corporativos. Entre os destaques, a fabricante de cosméticos Natura fechou 2010 com lucro líquido de R$ 744,05 milhões, marcando um aumento de 8,8% em relação aos ganhos do exercício anterior. Só no quarto trimestre, a Natura apurou lucro de R$ 219,3 milhões, uma alta de 17,6% em relação ao montante de um ano antes.

Já a Vivo obteve lucro líquido de R$ 864,2 milhões no quarto trimestre de 2010, quatro vezes maior do que aquele registrado em mesmo intervalo do ano anterior, de R$ 203,3 milhões. Os números atendem ao padrão IFRS.

A maior atividade econômica aqueceu ainda as vendas de combustíveis e ajudou a Ultrapar a encerrar 2010 com receita líquida 18% maior, de R$ 42,48 bilhões. A companhia registrou lucro líquido de R$ 765 milhões, com elevação de 74% sobre o ano anterior. No quarto trimestre, o lucro líquido subiu 81%, para R$ 247 milhões.

veja também