MENU

Bovespa opera em baixa nesta terça

Bovespa opera em baixa nesta terça

Atualizado: Terça-feira, 23 Novembro de 2010 as 12:46

O mercado acionário brasileiro abriu os negócios desta terça-feira (23) no campo negativo. Perto das 11h20,  o Ibovespa recuava 1,41%, para 68.648 pontos.

Na véspera, o Ibovespa declinou 1,78% e fechou aos 69.632 pontos. O giro financeiro somou R$ 5,4 bilhões.

Os investidores encontram um clima pesado nos negócios desta terça-feira. Além da continuação das preocupações com a situação fiscal da Irlanda e de outros países europeus, e com a possibilidade de um aperto monetário na China, tensões de ordem militar entre as Coreias do Norte e do Sul estão no foco do mercado.

A insegurança com o cenário externo e a expectativa em relação a novos números da economia americana deixam os agentes mais cautelosos e reduzem sua disposição em assumir riscos.

Nesta jornada, a agenda americana reserva uma nova revisão sobre o crescimento do PIB no terceiro trimestre, os dados de vendas de imóveis usados em outubro e o índice de atividade do Federal Reserve (Fed, o banco central do país) de Richmond.

À tarde, o Fed divulga a ata da reunião de 3 de novembro, quando decidiu lançar o programa de compra de US$ 600 bilhões em títulos do Tesouro como forma de estimular a economia.

Na Europa, a Irlanda segue no foco do mercado, depois de ter fechado um acordo com a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) para receber um socorro financeiro.

Na Alemanha, o Departamento Federal de Estatísticas (Destatis) mostrou que seu Produto Interno Bruto (PIB) avançou 0,7% no terceiro trimestre, respeitando ajuste sazonal, de preço e de calendário. O resultado coincide com aquele divulgado no dia 12 deste mês. Entre abril e junho, a economia alemã teve expansão de 2,3%.

No front asiático, as tensões de fato aumentaram. A Coreia do Norte disparou artilharia em direção às águas da Coreia do Sul e a uma ilha perto da fronteira marítima do oeste, uma zona de tensão entre os dois países. Um fuzileiro naval sul-coreano acabou morto e outras 13 pessoas ficaram feridas, segundo agência de notícias sul-coreana Yonhap.    

veja também