MENU

Bovespa opera em queda pelo 4º pregão seguido

Bovespa opera em queda pelo 4º pregão seguido

Atualizado: Segunda-feira, 24 Janeiro de 2011 as 2:11

Após três quedas consecutivas, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando com desvalorização nesta segunda-feira (24). Às 11h50, o Ibovespa recuava 0,42%, para 68.841 pontos.

Na sexta-feira passada, o Ibovespa caiu 0,62%, aos 69.133 pontos, com giro de R$ 5,534 bilhões. Na última semana, a bolsa brasileira perdeu 2,55% e, no ano, passou a registrar baixa, de 0,25%.

Em Wall Street, no último pregão, o índice Dow Jones subiu 0,41% e o S&P-500 ganhou 0,24%, enquanto o Nasdaq recuou 0,55%.

Em uma semana que se inicia esvaziada de indicadores americanos, a falta de direção prevalece sobre os mercados acionários mundiais. ira perdeu 2,55% e, no ano, passou a registrar baixa, de 0,25%.

Nesta segunda-feira, no cenário europeu, pesquisa da empresa Markit Economics revelou que o índice composto de produção da zona do euro, que reúne os índices de produção manufatureira e de atividade de serviços, subiu para 56,3 pontos em janeiro, após ficar em 55,5 pontos no último mês de 2010. Foi a melhor leitura nos últimos seis meses, segundo pesquisa da empresa Markit Economics.

A instituição ainda mostrou que a economia da Alemanha está dando sinais de expansão neste início de ano, conforme dados preliminares. Os indicadores que medem a atividade econômica no país registram crescimento em quase todos os pontos avaliados.

O destaque ficou por conta do setor de serviços, que cresceu no maior ritmo desde junho de 2006. O Índice dos Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do setor avançou de 59,2 pontos, em dezembro, para 60 pontos, neste mês.

No cenário corporativo internacional, dando continuidade à temporada de balanços, os investidores analisam ao longo do dia os resultados trimestrais de empresas como American Express, Halliburton, Kimberly-Clark, McDonald's, Texas Instruments e Philips.

Cenário doméstico

Por aqui, pela terceira vez neste ano, o Banco Central (BC) realiza um leilão de swap cambial reverso, que poderá movimentar até US$ 1 bilhão.

Amanhã será feriado na cidade de São Paulo, o que deixa a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F) e o mercado de juros futuros brasileiro fechados.

Pela manhã, as principais bolsas europeias operavam de lado, enquanto os índices futuros do mercado americano estavam estáveis.  

veja também