MENU

Bovespa vira e sobe 1,38% puxada por bom humor no exterior

Bovespa vira e sobe 1,38% puxada por bom humor no exterior

Atualizado: Sexta-feira, 1 Julho de 2011 as 3

O mercado brasileiro de ações opera em alta nesta sexta-feira, após iniciar o dia com desvalorização. O bom humor dos investidores no exterior, após dados positivos sobre o setor manufatureiro nos Estados Unidos, ajuda a Bolsa doméstica.

O Ibovespa, principal termômetro dos negócios da Bolsa paulista, sobe 1,38%, aos 63.262 pontos. Nos Estados Unidos, o Dow Jones sobe 1,08%.

O dólar comercial é negociado por R$ 1,565, com queda de 0,38%. A Bolsa de Valores e a moeda norte-americana foram as piores aplicações em junho e no semestre. A taxa de risco-país marca 145 pontos, número 1,36% abaixo da pontuação anterior.

Na Europa, o principal índice das ações fechou o dia no maior nível em um mês, cravando a melhor semana em 10 meses. Em Londres, a alta foi de 0,74%,enquanto Frankfurt subiu 0,59%.

O índice de atividade manufatureira do Instituto de Gestão de Fornecimento nos EUA subiu de 53,5 em maio a 55,3 em junho. A expectativa de analistas era por uma leitura de 51,8.

O número alimenta esperanças de que a recuperação da maior economia do mundo segue em curso. Além disso, a aprovação de medidas de austeridade na Grécia nesta semana também ajuda o mercado acionário.

"O dado do ISM vem num momento em que os mercados sentem algum alívio após duas votações de êxito na Grécia. Isso cai bem no atual momento de alívio", disse Tammo Greetfeld, estrategista de ações do UniCredit, à Reuters. "Contudo, ainda precisamos ver se o período de lentidão na economia dos EUA realmente já passou."

Os EUA vêm de uma sequência de indicadores econômicos decepcionantes, e o Federal Reserve (o banco central desse país) já avisou que não vai renovar seu programa de estímulos ao crescimento.

DÓLAR

A partir desta sexta-feira, o Banco Central terá mais poder para reduzir a especulação dos bancos com o dólar pois entra em vigor uma medida na área cambial anunciada em 2010, a mudança no cálculo da taxa média de câmbio. Essa cotação serve de base para os contratos negociados na Bolsa e para operações entre bancos e grandes empresas, mas acaba por influenciar também o preço do dólar comercial e turismo.

No front doméstico, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou que a produção da indústria brasileira cresceu 1,3% em maio na comparação livre de influência sazonais com abril. O resultado representa uma aceleração frente ao desempenho de abril, quando o setor havia registrado queda de 1,2%.

veja também