MENU

Busca do consumidor por crédito cai pelo terceiro mês seguido

Busca do consumidor por crédito cai pelo terceiro mês seguido

Atualizado: Sexta-feira, 9 Dezembro de 2011 as 3:22

A quantidade de consumidores que buscou crédito no país em novembro registrou queda de 1,7%  em relação a outubro, segundo aponta levantamento da Serasa Experian , divulgado nesta sexta-feira (9). Essa foi a terceira queda mensal consecutiva do indicador.

Na comparação com novembro de 2010, a demanda do consumidor por crédito recuou ainda mais, 7,4%, sendo a primeira vez desde setembro de 2009 que o indicador não registrava taxa anual de crescimento negativa. No ano, a busca do consumidor por crédito acumula alta de 8,8% em relação ao mesmo periodo do ano passado. Na avaliação dos economistas da Serasa, o desaquecimento econômico doméstico, o agravamento da conjuntura internacional e o aumento da inadimplência em 2011 têm levado os consumidores a priorizar o pagamento de suas dívidas, em vez de fazer novas.

Entre os consumidores entrevistados pela pesquisa, somente os que ganham menos de R$ 500 por mês e os que ganham mais de R$ 10 mil por mês não diminuiram sua busca por crédito em novembro, ficando com alta de 0,2%.

Os consumidores que ganham até R$ 500 por mês seguem como os que mais buscam crédito no acumulado do ano: a expansão registrada por esta classe de renda é de 21,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Em segundo lugar, aparecem os consumidores que ganham entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês, com alta de 12,1%. Já o menor ritmo de crescimento acumulado da demanda por crédito foi registrado pelos consumidores cuja renda mensal situa-se entre R$ 1.000 e R$ 2.000: alta de apenas 4,5% em relação ao período de janeiro a novembro de 2010.

Por região

Entre todas as regiões pesquisadas, apenas o Nordeste mostrou alta da demanda dos consumidores por crédito (1,7%). Nas outras regiões, houve quedas generalizadas, com destaque para as região Centro-Oeste (-3,1%) e Sul (-3,0%). No Sudeste e no Norte os recuos foram de 2,1% e de 2,4%, respectivamente.

No acumulado do ano, os consumidores do Nordeste foram os que mais buscaram crédito, com alta de 13,7% sobre o mesmo período de 2010. Na sequência, aparece o Centro-Oeste, com crescimento de 10,3%. Norte e Sudeste têm avanços acumulados perto de 8,0% na procura por crédito por parte dos consumidores. Em último lugar estão os consumidores da região Sul, com alta de 6,1% no acumulado de 2011.        

veja também