MENU

Cadeia da construção representou 8,1% do PIB em 2010, diz Abramat

Cadeia da construção representou 8,1% do PIB em 2010, diz Abramat

Atualizado: Terça-feira, 1 Novembro de 2011 as 2:08

A cadeia produtiva da construção civil representou 8,1% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2010, segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgado nesta terça-feira (1).

A participação do setor no PIB do ano passado foi equivalente a 297,6 bilhões de reais. Segundo o estudo, entre 2009 e 2010, o valor adicionado da cadeia produtiva da construção, isto é, o PIB setorial, cresceu 15,3% acima do INCC (Índice Nacional de Custo da Construção). O estudo mostra ainda que, em 2010, as vendas de materiais de construção somaram R$ 105,4 bilhões, 8,2% acima do INCC. No varejo, as vendas cresceram 13,7%, chegando a R$ 55,2 bilhões.

Segundo a Abramat, a arrecadação total de impostos na cadeia da construção em 2010 foi de R$ 62,5 bilhões, valor cerca de 22,5% superior à arrecadação registrada em 2009.

A carga tributária incidente sobre a cadeia caiu de 23,5% para 21% do PIB, ainda assim houve crescimento real da arrecadação.  “Mesmo com a manutenção das medidas de desoneração fiscal adotadas nos anos anteriores e mantidas em 2010, a arrecadação aumentou significativamente”, diz Walter Cover, presidente da Associação.

Na avaliação por regiões do País, a pesquisa revela que as vendas de materiais de construção no varejo cresceram fortemente na Região Norte, em 2010, onde a expansão superou a marca de 44%, bem acima da média nacional que foi de 20,6% e o crescimento das vendas da indústria de materiais foi mais intenso no Nordeste, com expansão de 17,2% contra uma média nacional de 14,8%.

A ocupação no segmento cresceu quase 9% em 2010, o que resultou na criação de quase 56 mil novos postos de trabalho.

veja também