MENU

Caem taxas de juros cobradas pelo mercado, depois de sete meses de alta

Caem taxas de juros cobradas pelo mercado, depois de sete meses de alta

Atualizado: Quinta-feira, 15 Janeiro de 2009 as 12

Caem taxas de juros cobradas pelo mercado, depois de sete meses de alta

Após sete meses consecutivos de alta, houve redução das taxas de juros cobrados pelo mercado em dezembro. Segundo levantamento da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), divulgado na última quarta-feira, dia 14 de janeiro, a taxa de juros média geral para pessoa física apresentou redução de 0,12 ponto percentual em dezembro, passando de 7,61%, em novembro, para 7,49% no mês passado. É a menor taxa de juros média desde setembro do ano passado.

Também houve queda dos juros para pessoa jurídica, segundo a Anefac. A média geral apresentou uma redução de 0,12 ponto, passando de 4,47% em novembro, para 4,35% em dezembro.

Na análise da Anefac, as reduções podem ser atribuídas às medidas implementadas pelo Banco Central para dar maior liquidez ao mercado, como a redução do compulsório bancário, a pressão exercida pelo governo para que os bancos públicos reduzissem o spread, a queda dos juros futuros e à expectativa de redução da taxa básica de juros (Selic), além de maior estabilidade no sistema financeiro internacional.

De acordo com a Anefac, entre setembro de 2005 e dezembro do ano passado, houve redução de 6 pontos percentuais da taxa Selic. A taxa básica de juros da economia passou de 19,75% para 13,75% ao ano, no período.

Os juros do comércio, do cheque especial e o CDC dos bancos também apresentaram redução no mês de dezembro. A única exceção ficou por conta dos juros cobrados pelas empresas de cartão de crédito, que ficaram estáveis em 10,56% ao mês (233,56% ao ano).

 

veja também