MENU

Caixa confirma Jorge Hereda como novo presidente

Caixa confirma Jorge Hereda como novo presidente

Atualizado: Sexta-feira, 25 Março de 2011 as 8:27

A Caixa Econômica Federal confirmou há pouco Jorge Hereda, atual vice-presidente de governo, como novo presidente da instituição financeira, no lugar de Maria Fernanda Ramos Coelho.

A presidente Dilma Rousseff decidiu mudar o comando da Caixa Econômica Federal, como antecipou a Folha em sua edição de 2 de março, devido ao escândalo de fraudes no Banco Panamericano, adquirido pelo banco estatal no final de 2009.

Maria Fernanda não se sentia mais confortável no cargo após o episódio do PanAmericano. Apesar de o governo ter conseguido evitar a quebra do banco --num acerto que envolveu o ex-controlador Silvio Santos, um fundo bancado por instituições privadas (FGC) e a Caixa--, ela ficou com a imagem arranhada no mercado financeiro.

Ela entregou seu cargo ao Ministro da Fazenda, Guido Mantega. Agora Maria Fernanda vai representar o Brasil no BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Para seu lugar, o PT indicou ao menos dois nomes, Jorge Hereda, atual vice-presidente de governo, e Clarice Coppetti, vice-presidente de Tecnologia.

Em nota, Mantega confirma ter aceitado o pedido de demissão de Maria Fernanda Ramos Coelho e a indicação do atual vice-presidente de governo Jorge Fontes Hereda para seu lugar. Hereda será substituído, na vice-presidência de Governo, por José Urbano Duarte, que também é funcionário de carreira do banco.

Outros cinco vice-presidentes foram substituídos ou mudaram de área, incluindo as de Pessoa Jurídica e de Tecnologia.

MUDANÇAS

Dilma aproveitará a mexida para acomodar o PMDB. O ex-ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) assumirá a vice-presidência de Pessoa Jurídica no lugar do atual vice-presidente Carlos Brito.

De acordo com nota divulgada pelo Ministério da Fazenda, as mudanças anunciadas na Caixa Econômica Federal atingem, além da presidência da instituição, outras diretorias.

Para a vice-presidência de Atendimento e Distribuição foi indicado José Henrique Marques da Cruz, funcionário de carreira do banco. Na vice-presidência de Controle e Risco entrará Rafael Rezende Neto e sairá Marcos Roberto Vasconcellos, que vai para a de Gestão de Ativos de Terceiros.

O novo vice-presidente de Tecnologia de Informação será Joaquim Lima de Oliveira, também funcionário de carreira da Caixa.

PANAMERICAN O

Em balanço de 2010 divulgado no dia 16 de fevereiro, a atual administração do banco Panamericano confirmou que o rombo total nas contas da entidade chega à cifra de R$ 4,3 bilhões.

Inicialmente apuradas na ordem de R$ 2,5 bilhões, as perdas do banco foram revistas pela nova administração --com o auxílio de consultores externos-- que identificou irregularidades adicionais nas contas no valor de R$ 1,8 bilhão.

Segundo o balanço, o rombo total anunciado é a soma de: R$ 1,6 bilhão referente a carteira de crédito insubsistente; R$ 1,7 bilhão referente a passivos não registrados de operações de cessão liquidados/referenciados; R$ 500 milhões referentes a irregularidades na constituição de provisões para perdas de crédito; R$ 300 milhões referentes a ajustes de marcação a mercado; R$ 200 milhões referentes a outros ajustes.

No dia 11 de fevereiro, a Caixa Econômica Federal se comprometeu a colocar entre R$ 8 bilhões e R$ 10 bilhões para garantir o funcionamento do Banco PanAmericano.

Segundo Maria Fernanda disse na época, esse aporte de recursos virá, principalmente, na forma de compra de carteiras de crédito do antigo banco do grupo Silvio Santos.

veja também