Câmara dos EUA aprova corte de gastos de US$ 60 bilhões

Câmara dos EUA aprova corte de gastos de US$ 60 bilhões

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

A Câmara dos Representantes (deputados) dos EUA aprovou na madrugada de sexta para sábado um corte de US$ 60 bilhões em gasto federal para o ano fiscal de 2011, uma vitória para a oposição republicana da Casa.

A aprovação é um desafio à Casa Branca, que já tinha afirmado que vetaria a medida por considerar que ela prejudica a recuperação da economia. O presidente Barack Obama propusera lei mais suave, com congelamento de gastos federais domésticos e discricionários por cinco anos.

A oposição julga a proposta da Casa Branca insuficiente para buscar um reequilíbrio fiscal (o deficit deve chegar a US$ 1,5 trilhão neste ano). O plano republicano forçaria o governo a cortar radicalmente gastos em quase todas as áreas, de programas domésticos a assistência internacional, passando até por programas militares.

Ficou clara uma disputa de contornos ideológicos: a oposição inseriu na medida ataques à reforma da saúde da Casa Branca e à ação regulatória na área ambiental.

O pacote aprovado hoje, porém, praticamente não tem chances de chegar à mesa do presidente Obama, já que não deve passar no Senado, de maioria democrata.

Com o impasse, o governo corre o risco de ficar sem financiamento para operar a partir de 4 de março, quando vence a medida que mantém provisoriamente os gastos federais nos mesmos níveis de 2010. Há recesso no Congresso na semana que vem e pouquíssimo tempo hábil para fazer um acordo.

Na ausência de aprovação de uma lei geral de Orçamento para 2011, seria preciso votar uma medida de extensão temporária do financiamento federal. Mas o líder republicano da Câmara, John Boehner, alertou que não apoiará medidas que não contenham cortes profundos.

Por Andrea Murta

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições