MENU

Casino critica Carrefour por apoiar união no Brasil

Casino critica Carrefour por apoiar união no Brasil

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 8:21

A rede varejista francesa Casino criticou o Carrefour nesta segunda-feira (4) após o conselho de administração da rival ter apoiado a fusão de suas operações no Brasil com o grupo Pão de Açúcar sem seu consentimento. Em comunicado, a cadeia de supermercados classificou a negociação como uma "transação hostil".

- Baseado no comunicado para a imprensa emitido pelo Carrefour, o grupo Casino considera que o Carrefour e os membros do seu conselho podem ser responsabilizados por aceitar, apesar de repetidos alertas, uma transação hostil, resultado de negociações ilegais.

Mais cedo nesta segunda-feira, o Carrefour divulgou que seu conselho de administração apoia a fusão de suas operações no Brasil com as do Pão de Açúcar para criar uma gigante do varejo com vendas de mais de 30 bilhões de euros (US$ 43,65 bilhões ou R$ 68 bilhões).

A possível união dos dois supermercados, que atuam diretamente no mercado brasileiro, poderia causar o fechamento de lojas e, em consequência, provocar a redução dos postos de empregos, segundo especialistas ouvidos pelo R7.

O Casino, atualmente acionista controlador do Pão de Açúcar, perderia uma importante fonte de crescimento e acabaria com uma fatia minoritária na nova companhia. A rede francesa afirmou, na nota, que o negócio depende de uma aprovação conjunta das partes envolvidas.

- Qualquer projeto envolvendo o futuro da Companhia Brasileira de Distribuição [Pão de Açúcar], sobre a qual o Casino detém controle conjunto, precisa ocorrer sob estrita observância do acordo de acionistas firmado entre o grupo Casino e o [empresário Abilio] Diniz, e também está condicionado à aprovação unânime do conselho da Wilkes.

veja também