MENU

Com estoque alto, revendas de carros ampliam desconto

Com estoque alto, revendas de carros ampliam desconto

Atualizado: Domingo, 10 Julho de 2011 as 10:13

Com   estoques   equivalentes a até 45 dias de vendas, concessionárias de várias marcas estão concedendo descontos de 10% a 20% maiores no preço para conseguir reduzir a quantidade de veículos parados.

Até mesmo nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, onde há menor concentração de lojas do que na Sudeste (e, portanto, menor concorrência), as revendas concedem descontos de R$ 500 a R$ 1.500, para driblar a redução no número de clientes.

Os que têm ido menos às lojas são os interessados em comprar carros populares (na faixa de até R$ 30 mil), segundo empresários do setor, gerentes e vendedores.

"O aumento das exigências do Banco Central para financiamentos de veículos, anunciado em dezembro, teve maior impacto a partir de abril entre os consumidores de menor renda, os mais dependentes de empréstimos", diz Luiz Romero Farias, presidente da Abracaf, associação que reúne 550 pontos de venda da Fiat no país.

"Com menos gente indo às lojas e estoques mais elevados, a saída é incrementar a política de descontos para atrair o consumidor", diz.

Nesta semana, a Anfavea (associação dos fabricantes) informou que havia 342 mil carros nos estoques nos pátios das montadoras e distribuidores, o equivalente a 33 dias de vendas.

Entre as quatro principais marcas do mercado --Fiat, Volks, GM e Ford--, alguns concessionários relataram que há modelos para até 45 dias em seus estoques.

Na Nova Chevrolet Tatuapé, as promoções encerradas no fim de junho foram retomadas nesta semana.

Na concessionária, o Celta 1.4 com direção hidráulica (sem ar-condicionado) passou de R$ 31,9 mil para R$ 30,5 mil. O Corsa Classic, de R$ 28 mil para R$ 26,99 mil. "As vendas estão ao menos 10% menores do que mesmo mês de 2010", diz Marcio Augustinelli, gerente de vendas da unidade.

Nas concessionárias Ford, ao menos dois modelos populares estão com descontos de 7,6% a 9,5% maiores. O Ford Ka básico passou de R$ 25.420 para R$ 23.490. O Fiesta Hatch 1.0 de R$ 29.930 para R$ 27.100.

"Além de aumentar os bônus [concedidos pela indústria], as concessionárias incrementaram descontos na venda direta para empresas e frotistas para reduzir estoques", diz Sérgio Zardo, presidente da Abradif, que representa 420 revendas.

As montadoras também devem desacelerar a produção nos próximos meses para evitar mais carros parados nos distribuidores, avalia Ayrton Fontes, economista da consultoria MSantos.  

veja também