MENU

Comércio vê alta de 20% no Dia dos Pais

Comércio vê alta de 20% no Dia dos Pais

Atualizado: Segunda-feira, 10 Agosto de 2009 as 12

Bons resultados das vendas no Dia dos Pais nos shopping centers e grandes redes de varejo, com altas de até 20% nas vendas em relação ao ano passado, confirmam a tendência de recuperação da economia e faz com que as empresas retomem investimentos em expansão, como a rede de lojas Vila Romana, voltada ao público masculino, que tem no Dia dos Pais a sua segunda melhor data em vendas no ano, apenas depois do Natal. Com 27 lojas em estados como São Paulo e Rio de Janeiro, a Vila Romana tem expectativa de vendas 30% maiores para a data frente à 2008, sendo que até sexta-feira, dia 7,  já tinha atingindo altas de 18 a 20%.

De acordo com Rita Coelho, coordernadora de marketing da rede, nos últimos dias o movimento nas lojas esteve alto e a previsão era a de atingir a expectativa no final de semana, já que muitos consumidores deixam as compras para a última hora. "Está uma loucura nas lojas e também investimos mais em campanhas nos pontos-de-venda este ano, com brindes para compras acima de R$ 500. Nosso estoque de brindes já está acabando", diz ela. A coordenadora explica que a campanha ajuda a manter um tíquete médio alto, pois a maioria das compras para os pais é de presentes como camisas pólos, entre R$ 60 e R$ 100. A coordenadora ainda afirma que sentiram apenas uma pequena alteração nas vendas no começo do ano, em função da crise, mas no último trimestre as vendas já se recuperaram. Assim, a rede deve investir mais em sua expansão. Este ano já reformaram uma loja e abriram duas unidades. Para 2010, a previsão são mais quatro lojas.

Shoppings

Nos shopping centers o cenário também é positivo. A Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) previu aquecimento superior a 5% nas vendas frente ano passado, mas muitos centros de compras registraram altas ainda maiores. O Brasília Shopping deve registrar faturamento 18% maior se comparado ao registrado no ano anterior. Para Geraldo Mello, superintendente do centro de compras, o número é expressivo uma vez que a comparação é feita sob uma base muito forte. "Na ocasião, a crise ainda não havia afetado a economia brasileira", afirmou.

Em Brasília, vestuário foi o artigo mais procurado pelos consumidores. "Quase não tivemos inverno este ano. Os lojistas estavam otimistas e se prepararam para atender a demanda dos consumidores", completou o superintendente do shopping.

Em São Paulo, produtos eletroeletrônicos, seguidos de vestuário e calçados, foram os itens mais procurados. "A venda de eletroeletrônicos não se reduziu, uma vez que as varejistas atuaram de forma agressiva. Mantiveram preços atrativos e forma de pagamento facilitada", ressaltou Guillermo Enrique Bloj, superintendente do Shopping Eldorado. Ontem, 9 de agosto, apesar de não ter os dados consolidados, Bloj esperava que as vendas crescessem cerca de 10% ante o resultado de 2008. "A extensão das férias escolares - por conta da gripe suína - fez com que os consumidores não se concentrassem [no shopping] na última semana antes do Dia dos Pais", disse. "Este ano o inverno foi mais rigoroso em São Paulo. Isso também contribuiu para o aumento nas vendas. Além disso, o fato de as pessoas não viajarem por conta da gripe suína aumentou o poder de compra no período", completou.

Com investimento de R$ 240 mil na campanha do Dia dos Pais - 20% a mais que em 2008 -, o Shopping Metrô Itaquera esperava um crescimento de até 20% em faturamento e 35% no fluxo de pessoas ante o registrado em 2008. O shopping iria sortear dois carros 0KM na quarta data mais importante do calendário varejista. "O brasileiro é apaixonado por carros, nossa campanha mexe com esta emoção e vai agradar aos pais de todas as idades" afirmou Jonas Fortes, superintendente do centro de compras.

O otimismo é baseado na força da classe C, principal consumidora do shopping. "A classe C apresenta forte poder de consumo este ano e o reflexo está nos números: desde janeiro apresentamos um crescimento mensal de 17% nas vendas e 13% no fluxo de clientes" finaliza Fortes. Estima-se que este ano os segmentos de vestuário e telefonia celular sejam os mais assediados pelos aproximadamente 1 milhão de clientes esperados pelo shopping no período de Dia dos Pais.

O Shopping Butantã registrou neste final de semana crescimento de 14% no fluxo de pessoas, ou 80 mil pessoas. Durante todo o período as vendas cresceram 15%, se comparadas a igual período do ano passado. As vendas no Shopping Interlagos cresceram 5% na comparação com igual período de 2008, para 220 mil pessoas. O fluxo de público também foi 8% maior do que no mesmo período de 2008. Já o Central Plaza Shopping registrou, neste Dia dos Pais, alta de 12% nas vendas, se comparado ao mesmo período do ano passado, superando, assim, as expectativas.

veja também