MENU

Crise econômica acontece 'lá fora', diz presidente Dilma

Crise econômica acontece 'lá fora', diz presidente Dilma

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 2:52

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (19) que o Brasil não está “em crise” e vai continuar a gerar emprego, apesar da turbulência econômica internacional. Segundo a presidente, a crise acontece "lá fora".

“A crise lá fora acontece e nós vamos continuar aqui trabalhando, construindo casas, construindo mais indústrias, gerando mais empregos. Esse país é, de fato, um país muito rico. Temos petróleo, minério, agricultura forte. Temos indústrias, mas a maior riqueza desse país são vocês, os 190 milhões de brasileiros”, afirmou a presidente durante cerimônia da entrega de 1,93 mil unidades do programa habitacional “Minha Casa, Minha Vida”, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Presidente Dilma Rousseff é aplaudida pelo governador de São Paulo,

Geraldo Alckmin (Foto: Roberto Stuckert Filho / Presidência)

  Dilma destacou que o país manteve programas sociais em meio à crise econômica de 2008 e que está preparado para construir mais 2 milhões de casas no âmbito do programa Minha Casa, Minha Vida.

“Essa crise que começou em 2008 não acabou, mas continuamos o nosso caminho porque nós não estamos em crise e aí nós criamos um novo programa para construir dois milhões de casas. [...] Vocês podem ter certeza que esse é um programa que veio para ficar e por isso estamos cada dia mais fortes para crescer”, disse.

Durante o discurso, Dilma cumprimentou o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), por ter assinado nesta quinta (18) pacto de adesão ao programa Brasil sem Miséria.

“Quero fazer uma saudação toda especial ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por temos assinado um pacto com todos os governadores do Sudeste”, disse. Segundo a presidente, programas como o Brasil sem Miséria e o Minha casa, Mnha vida, são necessários para garantir segurança aos brasileiros.

"Tenho certeza de que o programa mais generoso que temos é o programa para tirar da miséria milhões de brasileiros, mas esse programa só tem sentido porque está unido a outros programas, como o Minha Casa, Minha vida. Enquanto houver uma família sem teto nós não teremos segurança."     Rádios

Em entrevista concedida na manhã desta sexta-feira (19) à rádio Metrópole AM, de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, a presidente Dilma Rousseff afirmou que sua base política não concorda com a prática de corrupção. A presidente comentou uma reportagem da revista "The Economist", segundo a qual o trabalho da presidente contra a corrupção pode afetar sua relação com o Congresso.

"As revistas estrangeiras não entendem de costume político no Brasil. A revista não percebe que minha base de sustentação não concorda com isso", disse Dilma.

A presidente reafirmou que o objetivo de seu governo é trabalhar para erradicar a miséria, mas acrescentou que manterá a linha de atuação dos primeiros meses de seu governo.

"Onde houver problemas, somos obrigados a tomar decisão", disse a presidente. "Meu governo vai continuar combatendo todos os malfeitos", afirmou.

A presidente voltou a dizer também que o povo brasileiro não gosta de injustiça e que deve ser garantido a todos o direito à presunção de inocência.              

veja também