MENU

Crise europeia gera aversão a risco e bolsas asiáticas recuam

Crise europeia gera aversão a risco e bolsas asiáticas recuam

Atualizado: Quinta-feira, 15 Dezembro de 2011 as 11:11

As bolsas de valores asiáticas fecharam em baixa nesta quinta-feira (15), com o temor de que a crise de dívida da Europa esteja piorando levando investidores a vender ativos de maior risco e buscar refúgio no dólar.

O mau humor foi intensificado por uma pesquisa mostrando que a produção manufatureira da China encolherá novamente em dezembro, dando mais um revés para a economia global, que já sofre com a lentidão dos Estados Unidos e com a zona do euro voltando à recessão.

"Estamos bem pessimistas sobre o mundo no momento", disse Damien Boey, estrategista de ações do Credit Suisse em Sydney. "Estamos vendo basicamente as três maiores economias do mundo causando problemas."

A opinião do mercado de que a cúpula da União Europeia (UE) na semana passada falhara em produzir uma solução para a crise foi reforçada quando a Itália se viu obrigada a pagar um juro recorde de 6,47% para vender bônus de cinco anos durante um leilão na quarta-feira.

O índice das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,75% às 7h44, seguindo as perdas de cerca de 1% registradas em Wall Street e as quedas ainda mais fortes sofridas nos mercados europeus na quarta-feira. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,66%.

O índice de Seul encerrou em baixa de 2,08%. O mercado perdeu 1,78% em Hong Kong e a bolsa de Taiwan tombou 2,28%, enquanto o índice referencial de Xangai declinou 2,14%. Cingapura retrocedeu 1,39% e Sydney fechou com desvalorização de 1,21%.      

veja também