MENU

CVM conclui que informações sobre fusão de TAM e LAN não vazaram

CVM conclui que informações sobre fusão de TAM e LAN não vazaram

Atualizado: Quinta-feira, 23 Setembro de 2010 as 1:26

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) concluiu que os negócios com as ações da TAM no dia 13 de agosto, quando a companhia aérea anunciou sua fusão com a chilena LAN, não foram influenciados por informações privilegiadas. As ações da companhia subiram 27% no dia do anúncio.

A CVM analisou que a alta do preço dos papeis começou após a publicação de informações na imprensa online de que o negócio poderia ser fechado. “Até a divulgação, às 16h02, da iminência da assinatura de memorando de entendimentos, verificava-se, inclusive, discreta tendência de baixa no preço das ações preferenciais (TAMM4), com volume negociado dentro dos padrões usuais daquele papel”, informou o órgão.

A elevação de preços começou às 16h12, quando toda a imprensa já repercutia a notícia, de acordo com o CVM. O fato relevante sobre a negociação com a LAN foi divulgado pela TAM às 16h52, com o pregão ainda em andamento. “Dessa forma, quando da realização do ‘call de fechamento’ na BM&FBovespa, o fato relevante era público”, afirma a CVM.

Apesar de suas conclusões preliminares apontarem que não houve uso de informações privilegiadas por parte dos acionistas, a CVM informou que continuará a investigar a movimentação das ações da companhia aérea.

Fusão de TAM e LAN

A TAM anunciou a fusão de suas operações coma a chilena LAN e formação da holding Latam no dia 13 de agosto. O negócio resultou na maior companhia aérea da América Latina, que terá uma sinergia de US$ 400 milhões por ano.

Postado por: Guilherme Pilão

veja também