MENU

De acordo com a autoridade monetária, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 2,08 bilhões

De acordo com a autoridade monetária, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 2,08 bilhões em outubro

Atualizado: Sexta-feira, 23 Novembro de 2012 as 8:34

 

Informações divulgadas nesta quinta-feira (22) pelo Banco Central mostram que a alta do dólar, fator que encarece passagens e viagens ao exterior, entre elas com cartão de crédito, não impediu os brasileiros de gastarem mais lá fora.
 
De acordo com a autoridade monetária, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 2,08 bilhões em outubro deste ano, o que representa novo recorde para este mês. Também é o maior valor, para todos os meses, desde julho de 2011 - quando somou US$ 2,23 bilhões.
 
Antes de outubro deste ano, gastos acima de R$ 2 bilhões foram registrados somente em três ocasiões (julho de 2011, janeiro e julho de 2012 - meses tradicionais de férias escolares).
 
"Estávamos acompanhando moderação nestes gastos ao longo do ano, e com impacto do aumento do dólar que ocorreu no meio do ano. Agora, com uma taxa mais estabilizada ao redor de R$ 2,03 até outubro, a programação dos brasileiros fica mais estável. Eles já sabem quanto vão gastar no exteiro, e o aumento da renda também influencia", declarou Fernando Rocha, chefe-adjunto do Departamento Econômico do BC. Ele lembrou que, em novembro, o dólar já opera mais alto, próximo de R$ 2,10. 
 
Dólar e aumento da renda
Em outubro do ano passado, ainda segundo números do BC, o dólar oscilou entre R$ 1,7 e R$ 1,88. Nos últimos meses, a cotação da moeda norte-americana já estava mais alta. No começo de maio deste ano, por exemplo, estava em R$ 1,91, passando para R$ 2,03 no começo de junho e oscilando próximo a este patamar até o fim de outubro. Em novembro, já está voltou a crescer e está próxima de R$ 2,10.
 
O aumento dos gastos no exterior, em meio à alta do dólar, está relacionado, segundo economistas, com a continuidade do crescimento do emprego e da renda no Brasil, mesmo com um ritmo menor de crescimento da economia brasileira. Para este ano, a previsão dos economistas dos bancos para o crescimento do PIB está em 1,52% – abaixo dos 2,7% registrados em 2011 e dos 7,5% de 2010. 
 
Acumulado do ano
Os números do BC mostram que, no acumulado de janeiro a outubro, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 18,42 bilhões, com pequeno aumento de 2,8% frente ao valor registrado no mesmo período de 2011 (US$ 17,9 bilhões). Com isso, bateram novo recorde para os dez primeiros meses de um ano.
 

veja também