MENU

Do giz ao computador, Bovespa completa 120 anos

Do giz ao computador, Bovespa completa 120 anos

Atualizado: Segunda-feira, 23 Agosto de 2010 as 9:43

A executiva Jamile Chaim, uma operadora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), é uma representante dos novos tempos da corretagem de ações. Não precisa gritar para fechar um negócio, não trabalha em pé o dia todo e tem colegas mulheres na profissão. Ainda são poucas, mas começam a aparecer mais, o que mostra uma grande evolução na comparação com o começo, o tempo dos “homens de bengala e chapéu”.

A Bovespa comemora 120 anos nesta segunda-feira como terceira maior do mundo, atrás apenas das bolsas de Chicago (CME) e de Hong Kong em valor de mercado. A bolsa nasceu ainda no século 19, quando senhores barbados faziam pausas periódicas para o café e fechavam negócios em apenas meia hora de pregão. O ritmo de transações começou a se acelerar em meados da década de 1960, quando o governo federal reformou o sistema financeiro e criou as bases para as negociações como as conhecemos hoje.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também