MENU

Dólar a R$ 2 é "bom patamar" para exportadores brasileiros, avalia Miguel Jorge

Dólar a R$ 2 é "bom patamar" para exportadores brasileiros, avalia Miguel Jorge

Atualizado: Quarta-feira, 15 Outubro de 2008 as 12

Dólar a R$ 2 é "bom patamar" para exportadores brasileiros, avalia Miguel Jorge

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, disse hoje, dia 15 de outubro, que o dólar a R$ 2 é um bom patamar para as empresas exportadoras brasileiras. O ministro, que participa do Fórum de Diálogo Ibas (Ibas (grupo que reúne Brasil, Índia e África do Sul), na capital indiana, Nova Delhi, afirmou que esse era o desejo dessas empresas durante o período em que o dólar variou entre R$ 1,60 e R$ 1,70.

Mas, segundo ele, a atual situação do câmbio, em que o valor do dólar varia a cada instante, não é benéfica para os exportadores. "Você tem um comportamento da moeda muito errático. [O dólar] vai para R$ 2,40, para R$ 2,10, para R$ 2,20. Ninguém faz negócio numa situação como essa. Todo mundo pára e espera para ver o que vai acontecer", afirmou.

Segundo o ministro, o governo brasileiro está atento para o caso de os exportadores precisarem de ajuda para enfrentar a crise. Miguel Jorge ressaltou que as empresas não ficarão desamparadas, mas que cada caso será analisado separadamente. "A idéia é não deixar as empresas desassistidas, mas também não iremos fazer isso a qualquer preço."

O ministro disse ainda que o comércio exterior brasileiro ainda não sentiu os efeitos da crise, porque os produtos que estão sendo vendidos neste momento são fruto de negociações anteriores. Para ele, o momento é de procurar diversificar os mercados para os produtos brasileiros.

veja também