MENU

Dólar acentua queda e vale menos de R$ 1,70 nesta terça

Dólar acentua queda e vale menos de R$ 1,70 nesta terça

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 3:52

A queda do dólar observada desde a abertura do pregão se acentuou e a moeda americana já vale menos de R$ 1,70, patamar considerado um piso técnico e psicológico por operadores. Às 12h50, o dólar comercial declinava 0,70%, cotado a R$ 1,694 na compra e a R$ 1,696 na venda.

No mercado futuro, o contrato de janeiro negociado na BM&F também tinha queda de 0,52%, a R$ 1,702.

O Banco Central informou, na manhã desta terça-feira (21), que os investimentos estrangeiros diretos (IED) que ingressaram no país em dezembro até hoje totalizam US$ 4,6 bilhões. O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes, disse que a projeção para este mês completo é de entrada de US$ 4,9 bilhões.

Segundo o economista-chefe da Prosper Corretora, Eduardo Velho, essa perspectiva está influenciando o preço do dólar no momento. 'É um dado surpreendente, que ninguém esperava, e indica um fluxo forte de recursos ao país', explicou.

Altamir Lopes, do BC, também informou que o ingresso de IED em 2010 deve superar a nova projeção para o ano, de US$ 38 bilhões. Vale lembrar que, no início deste calendário, o BC esperava US$ 35 bilhões de entrada. Reviu, em seguida, a estimativa para US$ 30 bilhões; agora, novamente alterou a projeção, para US$ 38 bilhões.

No exterior, o cenário é de otimismo e o dólar perde para as principais moedas rivais. Instantes atrás, o euro subia 0,51% ante o dólar, cotado a US$ 1,3186.

As commodities operavam em alta. O índice CRB, que mede o desempenho das commodities, subia 0,60%.

Velho, da Prosper Corretora, ressalta ainda que, por conta do volume reduzido de negócios, com a proximidade das festas de fim de ano, qualquer operação acaba influenciando fortemente na formação do preço do dólar.

Em sua opinião, o BC deve voltar a realizar dois leilões de compra de dólares por dia no mercado à vista, caso a queda da moeda americana continue nos próximos dias e o preço caminhe para R$ 1,65.

Outro motivo para a queda do dólar nesta sessão, na opinião de Velho, é a migração de recursos de investidores estrangeiros do mercado de câmbio interno para a bolsa de valores brasileira. 'São investidores que já estavam no país e que tinham saído temporariamente do mercado acionário', explica.    

veja também