MENU

Dólar opera em alta nesta quinta-feira

Dólar opera em alta nesta quinta-feira

Atualizado: Quinta-feira, 16 Dezembro de 2010 as 11:15

O dólar comercial opera com ligeira alta nesta manhã de quinta-feira (16). Perto das 10h30, a moeda estava a R$ 1,703 na venda, valorização de 0,11%.

Na véspera, o dólar comercial fechou com alta de 0,35%, a R$ 1,701 na venda.

A agenda doméstica ganha destaque nesta quinta-feira. As atenções voltam-se para a ata do Comitê de Política Monetária (Copom). O comitê informou, por meio da ata de sua última reunião, quando os juros ficaram estáveis em 10,75% ao ano, que, dependendo das circunstâncias, "ações macroprudenciais" (alteração no compulsório autorizado recentemente, com a retirada de R$ 61 bilhões da economia) podem preceder "ações convencionais" de política monetária, ou seja, subida na taxa de juros.

Os investidores também assimilam dados de inflação. A Fundação Getulio Vargas (FGV) apresenta o Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10) de dezembro, que teve variação de 1,27%, e o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S), que ficou em 1,14%.

Pelo lado da atividade, o Ministério do Trabalho apresenta o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que traz a variação do emprego formal em novembro.

Também está prevista a reunião mensal do Conselho Monetário Nacional (CMN).

No campo político, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga a nova rodada da pesquisa CNI/Ibope. Além dos resultados da avaliação do atual governo, a sondagem de opinião revela as expectativas do brasileiro em relação ao governo de Dilma Rousseff.

O dia também marca a reação dos investidores às medidas anunciadas pela Fazenda para estimular o crédito de longo prazo. Entre as decisões está a redução do IOF, de 6% para 2%, na entrada de recursos estrangeiros para investimentos em Fundos de Investimento em Participações (FIP) e Fundos Mútuos de Investimento em Empresas Emergentes (FMIEE).

Na agenda americana, os investidores conhecem a variação semanal na demanda por seguro-desemprego, a construção de novas moradias em novembro, o tamanho do déficit em conta corrente no terceiro trimestre e o índice de atividade do Federal Reserve da Filadélfia.

veja também