MENU

Educação pesa, e IPC-S acelera na última semana de janeiro

Educação pesa, e IPC-S acelera na última semana de janeiro

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 11:14

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) acelerou para 1,27%, acima da taxa registrada na última apuração, que foi de 1,18%. Essa foi a maior taxa de variação, desde a primeira semana de fevereiro de 2010, quando o índice registrara alta de 1,33%.

A exemplo do que ocorreu na última semana, continuam exercendo as principais influências os aumentos de preços relativos a gastos com educação, leitura e recreação (de 2,98% para 4,01%) - com destaque para cursos formais (4,90% para 6,82%) -, transportes (de 2,08% para 2,69%) - com maior influência da tarifa de ônibus urbano (de 4,36% para 6,43%) -, despesas diversas (de 1,12% para 1,25%) - devido principalmente à variação de do jogo lotérico (de 0,00% para 2,67%) -, e habitação (de 0,24% para 0,34%) - com influência de aluguel residencial (de 0,31% para 0,65%).

O IPC-S de 31 de janeiro de 2011 apresentou variação de 1,27%, 0,09 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação. Esta foi a maior taxa de variação, desde a primeira semana de fevereiro de 2010, quando o índice registrou alta de 1,33%.

Na contramão

No período, os preços dos grupos de gastos com vestuário diminuíram, de 0,36% para -0,12%. As despesas com o grupo alimentação subiram menos, de 1,64% para 1,36%, e saúde e cuidados pessoais também, de 0,52% para 0,46%. As principais influências foram observadas nas variações de preços de roupas (de 0,45% para -0,13%), frutas (de 1,89% para 0,80%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,64% para 0,27%).

veja também