MENU

Encomendas à indústria sobem 0,7% na zona do euro

Encomendas à indústria sobem 0,7% na zona do euro

Atualizado: Quarta-feira, 22 Junho de 2011 as 9:30

As encomendas à indústria da zona do euro - que reúne os 17 países que utilizam o euro como moeda - aumentaram menos que o esperado em abril, o que indica que o crescimento industrial da região continua fraco. As novas encomendas subiram 0,7% em abril ante março, segundo dados divulgados hoje pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Na comparação com abril do ano passado, a alta foi de 8,6% - a menor desde janeiro de 2010.

O resultado mensal ficou acima das estimativas dos economistas, que eram de queda de 1,0%, mas o avanço anual foi menor que os 14,0% previstos. Na Alemanha, a maior economia da zona do euro, as novas encomendas à indústria subiram 2,4% em abril, após caírem 2,5% em março. Na França, houve queda mensal de 1,2% pelo segundo mês seguido. A Irlanda registrou a maior alta mensal entre os países do bloco, de 11,2%.

Excluindo equipamentos pesados como navios, trens e aviões - que são itens voláteis -, as encomendas à indústria da zona do euro caíram 0,6% em abril ante março e subiram 7,3% ante o mesmo mês do ano passado. Este foi o dado anual mais fraco desde janeiro de 2010.

França

Em outra divulgação do dia, a agência nacional de estatísticas da França, a Insee, informou que o sentimento do empresariado do país melhorou em junho, com os executivos considerando que a produção se acelerou recentemente e sendo mais otimistas sobre a atividade nos próximos meses.

O índice de confiança das indústrias subiu para 109 em junho, ante o patamar de 106 em maio. Economistas previam uma leitura estável em 106 em junho. Uma medida do sentimento das empresas que inclui atacado, construção, varejo e serviços e indústria permaneceu em 108 em junho. As informações são da Dow Jones.

veja também