MENU

Excesso de chuva compromete plantações de maracujá em SP

Excesso de chuva compromete plantações de maracujá em SP

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 8:57

O excesso de chuva comprometeu as plantações de maracujá do centro-oeste de São Paulo. A umidade favoreceu o aparecimento da antracnose, uma doença que está desanimando os produtores.

O agricultor Sérgio Vieira planta maracujá há cerca de cinco anos. Apostou na implantação da fruta pela grande procura no mercado e pelo bom preço na hora da venda. O ano passado chegou a lucrar R$ 20 a caixa. São três mil pés na lavoura em Vera Cruz, mas nenhuma fruta será colhida este ano. O produtor rural terá um prejuízo de 100%, tudo por conta de uma doença, a antracnose, que não deixa o fruto se desenvolver.

Com o prejuízo, a plantação teve de que ser erradicada e ele deve esperar cerca de 60/70 dias para ver se poderá voltar a plantar.

Norberto Filho, agrônomo, explica que a antracnose atinge os frutos do maracujá principalmente por causa do excesso de chuva, porque fica difícil fazer o tratamento da planta, como a pulverização. As folhas ficam amareladas e o fruto também. Para combater a doença, o cuidado na hora de plantar é essencial.

Em outra propriedade existem três mil pés de maracujá. O produtor perdeu 90% dos frutos. Ele pretende plantar tudo novamente e ressalta que os custos de produção também estão bastante altos.

veja também