MENU

"Fim de ano é melhor época para comprar carro zero", diz especialista

"Fim de ano é melhor época para comprar carro zero", diz especialista

Atualizado: Sexta-feira, 27 Novembro de 2009 as 12

Se você procura comprar um carro zero quilômetro, corra: o fim do ano é o ideal para a aquisição dos modelos de marca e modelo do ano atual, explica o diretor de operação da Molicar, Vitor Meizikas Filho.

''Existem aqueles modelos remanescentes, com ano-modelo do mesmo ano que, com a chegada dos modelos do ano seguinte, sempre ficam com condições melhores'', alertou Meizikas.

O especialista lembra que encontrar veículos de ano e modelo 2009 nesta época do ano pode ser difícil. Atualmente, as montadoras têm seus cronogramas bastante acertados, com algumas ações de vendas programadas para conseguir eliminar praticamente todo o estoque, antes da chegada dos novos modelos.

''Mas nada é impossível. Existe sempre uma unidade que sobra, por ter algum diferencial em relação aos outros modelos, como mais equipamentos, por exemplo. Então, se o consumidor tiver paciência para procurar, ele consegue uma boa negociação''.

Seminovos e usados

Dezembro, no entanto, não é o melhor mês para comparar automóveis seminovos ou usados, na opinião de Meizikas. Ele afirma que os lojistas sabem que, nesta época, por conta do 13º salário, as pessoas estão com mais dinheiro no bolso. Assim, eles acabam se esforçando menos para oferecer descontos e promoções.

''Já em janeiro ou fevereiro, com a cobrança do IPVA, os revendedores querem vender mais, para se livrar do imposto e eles próprios terem menos despesas'', aconselhou o especialista.

Volta do IPI

Além da prorrogação do IPI para carros ''flex'' de motor 1.0, anunciada pelo ministro da Fazenda Guido Mantega, o diretor da Molicar aponta o dólar em baixa como motivo para que o carro zero não sofra aumento de preços. ''Tem ainda a grande concorrência, que está fazendo com que as montadoras se esforcem para tornar o preço o mais atraente possível''.

Um exemplo citado por Meizikas são os feirões de automóveis, realizados pelas montadoras e redes de concessionárias. ''Mesmo com o retorno gradual do IPI iniciado em outubro, os preços dos carros continuaram praticamente os mesmos, pois há um esforço das montadoras e revendas para manter o mercado aquecido'', acrescentou.

Crédito versus crise

Meizikas afirma que a facilidade nas condições de financiamento não voltaram nem devem voltar ao mesmo patamar de antes do estouro da crise, mesmo com os sinais de recuperação na demanda de consumo vistos nos últimos meses.

''Os bancos estão muito mais criteriosos e seletivos para liberar o crédito do que estavam antes'', afirmou. O executivo acredita que as instituições financeiras, no entanto, estão dando prioridade ao cliente considerado ''bom pagador''.

''A crise serviu de aprimoramento para o setor, que agora será mais cauteloso para analisar o histórico do cliente interessado em financiar um veículo. No entanto, quando eles identificam o bom pagador, que sabe fazer contas - algo muito importante para comprar um carro à vista -, eles melhoraram as condições, inclusive diminuindo as taxas'', finalizou.

veja também