MENU

FMI aponta Brasil como um dos mais afetados pela queda das exportações

FMI aponta Brasil como um dos mais afetados pela queda das exportações

Atualizado: Quarta-feira, 22 Abril de 2009 as 12

Washington, 22 de abril (EFE).- O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou hoje, em seu relatório de perspectivas econômicas, que o Brasil é um dos países sul-americanos mais afetados pela queda dos preços das matérias-primas que exporta.

O FMI ressaltou que a moeda brasileira sofreu uma forte desvalorização, mas que o custo de financiamento se manteve relativamente baixo, ao contrário do que aconteceu na vizinha Argentina.

O organismo internacional também afirmou que, graças ao fato de as taxas de câmbio estarem atuando como amortecedor, a atividade econômica deve cair de forma modesta, ou inclusive aumentar, no país.

Segundo o FMI, o Banco Central brasileiro tem margem de manobra para reduzir mais a taxa básica de juros.

Quanto aos indicadores, o FMI afirmou que, este ano, a economia brasileira arrefecerá 1,3% - após um crescimento de 5,1% em 2008 -, mas que se recuperará em 2010, quando o PIB real aumentará 2,2%.

O FMI prevê uma inflação de 4,8% em 2009, frente ao 5,7% em 2008, e de 4% em 2010.

O Brasil também registrará um déficit em conta corrente de 1,8% tanto em 2009 quanto em 2010. EFE

veja também