MENU

Foxconn posterga para setembro produção de tablets no Brasil

Foxconn posterga para setembro produção de tablets no Brasil

Atualizado: Sexta-feira, 17 Junho de 2011 as 3:35

A Foxconn vai iniciar somente em setembro a produção de tablets no Brasil, prevista antes para julho. A nova estimativa foi informada ontem pela empresa asiática, segundo o ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

O atraso tem duas causas, de acordo com o ministro. Uma é que a alça de acesso à fabrica na cidade de Jundiaí, considerada fundamental para escoar a produção, não ficou pronta. "A prefeitura teve um atraso nas obras", explicou.

A outra justificativa é que, segundo Mercadante, houve um atraso na seleção dos mais de 200 engenheiros que devem ser enviados para fazer estágio na China. A fabricante já mandou para treinamento 175 engenheiros. "Eles tiveram dificuldade pela escassez de mão de obra no Brasil", disse.

O ministro considerou que o atraso é uma dificuldade previsível. "Não é relevante isso, um mês a mais, um mês a menos. Quem quiser comprar tablet mais barato vai ter que esperar mais um pouco", afirmou.

De acordo com o ministro, oito empresas estão licenciadas para produzir tablets no Brasil, dentro das regras de 20% de conteúdo local no primeiro ano, e 80% em três anos. Entre elas, ele citou Samsung, Semp Toshiba, HP, Apple e Positivo.

Essas companhias vão ter isenção de 31% de impostos federais, mas há ainda incentivos estaduais e municipais, que, segundo Mercadante, devem levar a uma redução de 40% no preço. "Acho que até o final do ano teremos muitos tablets verde-amarelos no Brasil".

veja também