MENU

Governo reduz de 3% para 1,5% do IOF para pessoas físicas

Governo reduz de 3% para 1,5% do IOF para pessoas físicas

Atualizado: Sexta-feira, 12 Dezembro de 2008 as 12

Governo reduz de 3% para 1,5% do IOF para pessoas físicas

O governo federal decidiu reduzir o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para pessoa física de 3% para 1,5% ao ano. A redução vale para operações como aquisição de bens de consumo e cheque especial. Com isso, a taxa diária cairá de 0,0082 para 0,0041. A medida, anunciada nesta quinta-feira, dia 11 de dezembro, pelo Ministério da Fazenda e pelo Banco Central, entrou em vigor no dia 12 de dezembro nos bancos públicos.

"O custo financeiro também ficou muito elevado e tem dificultado ou inviabilizado operações de crédito", justificou o ministro da fazenda, Guido Mantega.

De acordo com Mantega, o IOF havia sido elevado em janeiro deste ano, devido ao aumento do consumo e do crédito. Agora, o governo quer baratear o crédito: "Estamos revertendo esta medida. O impacto sobre o spread [diferença entre custo de captação e taxa cobrada em um empréstimo] de crédito deverá ser de aproximadamente 4 pontos percentuais", estimou.

veja também