MENU

Habitação pesa mais, e inflação em SP acelera, diz Fipe

Habitação pesa mais, e inflação em SP acelera, diz Fipe

Atualizado: Terça-feira, 18 Outubro de 2011 as 8:38

A inflação na cidade de São Paulo, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC), acelerou de 0,23%, na primeira semana de outubro, para 0,27% na segunda apuração. Em relação ao mesmo período do mês anterior, também houve aceleração da taxa de variação. Os números foram divulgados nesta terça-feira (18) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas ( Fipe ).

Os preços do grupo habitação subiram de 0,28% para 0,43%, sendo o item que mais contribuiu para a inflação. No grupo alimentação, os preços também registraram elevação para 0,46%, de 0,39% na pesquisa anterior.

Já o grupo transportes teve novo recuo, com deflação de 0,05% nesta prévia, ante deflação de 0,01% na anterior. No grupo despesas pessoais, os preços seguiram em alta: passaram de 0,31% na primeira prévia de outubro para 0,51% no atual levantamento.

O grupo saúde apresentou baixa: saiu de 0,51% na primeira prévia para 0,31% na segunda quadrissemana de outubro. Em vestuário, os preços seguiram em forte desaceleração. Saltaram de uma deflação de 0,29% na prévia anterior para uma deflação de 0,75% no segundo levantamento do mês - foi ainda o item que, na variação ponderada, menos contribuiu para o IPC. Em educação, os preços ficaram praticamente estáveis: saíram de uma deflação de 0,02% na primeira leitura de outubro para índice 0% nesta segunda prévia.      

veja também