MENU

Ibovespa futuro avança mais de 1% antes da abertura do pregão

Ibovespa futuro avança mais de 1% antes da abertura do pregão

Atualizado: Terça-feira, 7 Dezembro de 2010 as 11:10

A decisão do governo dos EUA de garantir a extensão de benefícios federais para pessoas desempregadas e a redução de impostos aos americanos está trazendo bom humor para os mercados nesta jornada.

Na Europa, as bolsas operam em alta, e, em Wall Street, a sinalização é de abertura positiva do mercado.

O Brasil segue esse movimento, já que, minutos atrás, o Ibovespa futuro avançava 1,19%, para 70.400 pontos.

Na jornada passada, depois de três valorizações seguidas, o Ibovespa recuou 0,31%, aos 69.551 pontos. O giro financeiro atingiu R$ 4,64 bilhões.

Em Wall Street, o índice Dow Jones fechou em baixa de 0,18%, assim como o S&P 500 declinou 0,13%. O Nasdaq, por outro lado, encerrou as operações com elevação de 0,13%.

De volta a este pregão, nos Estados Unidos, o Departamento do Tesouro Unidos vendeu 2,4 bilhões de ações remanescentes no Citigroup por US$ 4,35 o papel, ou um total de US$ 10,5 bilhões. O comunicado foi feito ontem à noite, em um dia em que a ação do banco encerrou valendo US$ 4,45 na Bolsa de Nova York.

'Ao vender as ações remanescentes no Citigroup, tivemos uma oportunidade de garantir lucro substancial para o contribuinte e evitar risco futuro', comentou o representante do Tesouro que lidera o programa de ajuda, Tim Massad.

Com os procedimentos da venda, o Tesouro disse ter tido lucro de US$ 12 bilhões em seu investimento de US$ 45 bilhões no Citigroup.

Ao fim do dia, os investidores ainda conhecerão o comportamento do crédito ao consumidor americano em outubro.

No cenário europeu, o departamento nacional de estatísticas do Reino Unido (ONS, na sigla em inglês) mostrou que a produção industrial total no país avançou 3,3% em outubro, perante igual mês do ano passado. Na comparação com setembro, a atividade fabril total registrou queda de 0,2%.

Na Alemanha, o Ministério da Economia revelou que as novas encomendas industriais no país avançaram 1,6% em outubro, na comparação com setembro, quando registraram queda de 4%, na série com ajuste sazonal.

Além disso, houve um avanço de 17,9% nos pedidos registrados em outubro deste ano, em relação a igual período de 2009, quando o país passava pelo auge de sua crise financeira.

Na Ásia, a maior parte das bolsas fechou o dia no azul. Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,82%, assim como, em Xangai, o Shanghai Composite ganhou 0,35%. O Taiwan Taiex, da bolsa de Taipé, registrou leve valorização, de 0,02%, e, em Seul, o índice Kospi subiu 0,45%. Já o Nikkei 225, da bolsa de Tóquio, contrariou o mercado e caiu 0,26%.

Na bolsa de Sydney, o índice S&P/ASX 200 ainda registrou valorização de 0,81%.

O banco central da Austrália decidiu manter a taxa de juro em 4,75%, em linha com as expectativas de muitos agentes financeiros. Neste ano, a autoridade monetária promoveu quatro aumentos no custo do dinheiro, de 0,25 ponto percentual cada. A última alteração na taxa ocorreu no começo do mês passado.

No campo corporativo nacional, a Gol informou ontem que teve crescimento de 2,9% na demanda de seus voos domésticos em novembro na comparação com igual período do ano passado. Em relação a outubro, houve queda de 8,5% no movimento.

No setor elétrico, a Copel divulgou seu plano de investimentos para 2011. A companhia paranaense prevê um desembolso de R$ 2,060 bilhões. A maior parte dos recursos será destinada à área de geração e transmissão (R$ 1,024 bilhão). Outros R$ 933,3 milhões serão aplicados em distribuição, e os R$ 102,4 milhões restantes em telecomunicações.

Segundo a Copel, os valores não incluem possíveis aquisições ou licitações nas quais a companhia venha a participar.

Por: Beatriz Cutait

veja também