MENU

Inadimplência deve crescer no 2º semestre

Inadimplência deve crescer no 2º semestre

Atualizado: Terça-feira, 15 Junho de 2010 as 9:50

O calote dos consumidores vai continuar crescendo neste ano e deve fechar o segundo semestre com forte aumento. A previsão é da consultoria Serasa Experian, que divulgou nesta terça-feira (15) que o nível da inadimplência continuou subindo em abril, registrando a sétima alta seguida.

O Indicador de Perspectiva da Inadimplência do Consumidor subiu 1% em abril, chegando ao patamar de 100,5 pontos. Um nível acima de cem indica queda na inadimplência num prazo de seis meses, mas esse dado vem caindo desde o começo do ano, e pode mostrar aumento dos calotes daqui pra frente.

A alta no endividamento das famílias e os aumentos nas taxas de juros são as explicações dos economistas da Serasa para explicar a previsão de aumento.

- O crescimento acelerado do endividamento dos consumidores ao longo dos últimos trimestres e o atual ciclo de aperto monetário (elevações da taxa Selic), contribuirão para a elevação dos níveis de inadimplência dos consumidores.

Neste mês, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central elevou os juros básicos para dois dígitos no segundo aumento do tipo no ano: ela foi de 9,5% para 10,25% ao ano. Desde 2009, a Selic havia caído de 13,75% para 8,75% em uma medida para deixar o custo do dinheiro mais barato e incentivar o consumo.

A boa notícia, segundo a Serasa, é que a inadimplência do consumidor não deverá registrar níveis mais críticos, a exemplo do que ocorreu entre final de 2008 e início de 2009, em função dos reflexos da crise financeira internacional sobre a economia brasileira na época.

O Indicador de Perspectiva da Inadimplência das Empresas caiu 1,4% em abril de 2010, o décimo segundo recuo mensal consecutivo. O índice se mantém acima do nível cem, significando que a redução dos níveis da inadimplência empresarial deverá continuar em queda ao longo dos próximos meses.

veja também