MENU

Inflação em SP acelera a 0,49%; remédios pesam

Inflação em SP acelera a 0,49%; remédios pesam

Atualizado: Terça-feira, 11 Maio de 2010 as 7:57

A inflação ao consumidor em São Paulo acelerou no começo do mês, ficando no teto das previsões do mercado, devido a maiores preços de saúde e despesas pessoais e a uma menor queda de transportes.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo subiu 0,49 por cento na primeira quadrissemana em maio, após alta de 0,39 por cento no mês de abril, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira.

Analistas consultados pela Reuters previam uma taxa de 0,46 por cento, segundo a mediana de 10 respostas que variaram de 0,40 a 0,49 por cento.

Os preços de Saúde avançaram 1,46 por cento na primeira quadrissemana do mês, após alta de 0,98 por cento em abril, devido ao reajuste dos medicamentos concedido pela Anvisa.

Os custos de Despesas Pessoais aceleraram a alta para 0,48 por cento nesta leitura, ante 0,31 por cento na anterior.

Os preços de Transportes caíram 0,10 por cento na abertura do mês, seguindo a queda de 0,48 por cento em abril.

Já os custos de Alimentação mostraram ligeiro arrefecimento, subindo 1,26 por cento agora, após elevação de 1,36 por cento anterior.

veja também