MENU

Inflação para a terceira idade avança mais que o IPC-S, diz FGV

Inflação para a terceira idade avança mais que o IPC-S, diz FGV

Atualizado: Terça-feira, 13 Abril de 2010 as 12

A inflação para a terceira idade, divulgada nesta terça-feira (13) pela Fundação Getúlio Vargas, avançou no trimestre e superou a inflação geral no resultado acumulado em 12 meses.

De acordo com a FGV, o Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por indivíduos com mais de 60 anos de idade, subiu 2,72% no primeiro trimestre de 2010, avanço de 2,21 pontos em relação ao último trimestre de 2009.

A variação do IPC-3i em 12 meses, 5,33%, superou a taxa acumulada pelo IPC-BR, que foi de 5,17%, no mesmo período.

Alimentos mais caros

Os preços dos alimentos foram as principais influências para o avanço do indicador: a variação dos preços passou de -0,51% no quarto trimestre para alta de 5,80% nos primeiros três meses de 2010.

O tomate acumulou alta de 61,06% no trimestre; a tarifa de ônibus urbano apresentou variação positiva de 10,93%.

Além disso, apresentaram aceleração no ritmo de alta os grupos Transportes (1,76% para 3,87%), Despesas Diversas (0,38% para 1,88%), Habitação (0,95% para 1,11%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,63% para 0,96%).

Nestes grupos, se destaracam os seguintes itens: Hortaliças e Legumes (6,39% para 21,46%), Tarifa de Ônibus Urbano (0,00% para 10,93%), Mensalidade para TV por Assinatura (0,66% para 3,20%), Empregados Domésticos (0,79% para 4,51%) e Médico, Dentista e Outros (0,95% para 1,33%), respectivamente.

Em contrapartida, houve recuo nos grupos Vestuário (2,13% para -0,77%) e Educação, Leitura e Recreação (1,00% para 0,59%). Destaque para os itens  Roupas (1,93% para -1,44%) e Passagem Aérea (7,83% para -23,25%), nesta ordem.

veja também