MENU

Ingressos não autorizados geram prejuízo na Copa do Mundo

Ingressos não autorizados geram prejuízo na Copa do Mundo

Atualizado: Segunda-feira, 28 Junho de 2010 as 10:42

Várias companhias e dezenas de sul-africanos e estrangeiros perderam milhares de euros na compra de entradas para os jogos da Copa com intermediários não autorizados pela Fifa, informou hoje o jornal local "Sunday Times".   Segundo Clifford Green, advogado da Fifa, os ingressos foram cancelados pela organização por não terem sido expedidos por agentes autorizados. Três pessoas e cinco empresas, juntas, perderam aproximadamente 650 mil euros apenas em entradas.

Uma das mais prejudicadas foi a companhia petrolífera Sasol, que comprou pacotes no valor de 330 mil euros em entradas com hospedagem.

Jacquie O'Sullivan, diretora de comunicação de Sasol, declarou ao jornal que a companhia THG Sports, do grupo Marcus Evans, não autorizada pela Fifa, ofereceu entradas e pacotes para a Copa das Confederações (2009) e para a   Copa do Mundo   em 2008. Segundo ela, foram pagos 200 mil euros, valor que tentaram recuperar mas foram impedidos.

Uma outra companhia não identificada, de Johanesburgo, perdeu aproximadamente 280 mil euros em entradas e pacotes turísticos. Outras empresas de Johanesburgo, além de Bloemfontein e Cidade do Cabo, também foram prejudicadas.

Esta semana, a Fifa acusou a companhia norueguesa Euroteam, que faz suas vendas pela internet, de ter vendido entradas de maneira ilegal.

Hoje, o porta-voz da Fifa, Nicolas Maingot, disse em entrevista coletiva que os torcedores foram alertados sobre vendedores não autorizados. Ele pediu a colaboração da imprensa para divulgar a mensagem ao público e evitar novas fraudes.  

Postado por: Cristiano Bitencourt

veja também