MENU

IPCA-15: combustíveis e passagens aéreas encarecem e pressionam índice

IPCA-15: combustíveis e passagens aéreas encarecem e pressionam índice

Atualizado: Sexta-feira, 27 Novembro de 2009 as 12

Os gastos dos consumidores brasileiros com combustíveis e passagens aéreas registraram alta em novembro e pressionaram o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15).

Segundo divulgou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (26), o índice ficou em 0,44% este mês, contra 0,18% em outubro.

Somente as passagens aéreas, por exemplo, tiveram alta de 18,03% no período, influenciando o grupo Transportes, que, por sua vez, passou de 0,18% para 0,95% em um mês.

Combustíveis mais caros

Também registraram aumento nos preços o álcool combustível e a gasolina, que ficaram 9,13% e 1,36% mais caros.

De acordo com o IBGE, a alta no primeiro produto influenciou o encarecimento do segundo, já que a gasolina leva álcool em sua composição.

Inflação em alimentos

Quanto ao grupo Alimentação e Bebidas, foi apurada inflação de 0,39%, influenciado principalmente pelo comportamento do tomate (26,99%), que contribuiu com 0,06 ponto percentual para a alta do IPCA-15; da cebola (19,05%) e da batata-inglesa (9,63%).

Também ficaram mais caros o açúcar refinado (4,51%), o óleo de soja (3,74%) e carnes (1,07%).

Regiões

Entre as regiões analisadas, os maiores índices de inflação foram registrados em Brasília (0,71%), Porto Alegre (0,55%), Fortaleza (0,52%) e Salvador (0,50%), enquanto que os menores foram encontrados em Belém e Goiânia, de 0,30% e 0,34%, respectivamente.

veja também