MENU

IR 2010: saiba como diminuir a mordida do "leão"

IR 2010: saiba como diminuir a mordida do "leão"

Atualizado: Segunda-feira, 23 Novembro de 2009 as 12

Final de anoé marcado por férias e festas, e a sensação de dever cumprido faz com que as pessoas se esqueçam de uma importante obrigação: o imposto de renda.

Eu explico: a declaração de ajuste anual, que acontece normalmente entre março e abril, é referente aos ganhos auferidos no ano anterior, ou seja, no IR 2010 serão declaradas informações financeiras que ocorrerem até 31 de dezembro de 2009.

Assim, de acordo com a diretora de conteúdo da Fiscosoft, Juliana Ono, este período que antecede a chegada do ano novo é de extrema importância quando se fala em diminuir o imposto a pagar no ano seguinte.

Dicas valiosas

As despesas com saúde do contribuinte e de seus dependentes são integralmente dedutíveis do imposto de renda, ou seja, todos os gastos que a pessoa tiver neste sentido ao longo do ano podem ser abatidos do valor do imposto devido.

Por isso, segundo a especialista, aquele tratamento dentário que está agendado para janeiro de 2010, se puder ser feito e pago até 31 de dezembro, reduzirá o IR a pagar já na declaração do ano que vem, enquanto que se o tratamento e o pagamento forem realizados em 2010, somente na declaração de 2011 serão vistos os benefícios fiscais.

''O mesmo vale para despesas médicas, com fisioterapia, psicólogos, dentre outros, em conformidade com a legislação'', completa Juliana.

Outra forma de diminuir a mordida do leão é por meio de doações aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, desde que realizadas de acordo com a lei e até o último dia útil do ano.

Na hora de prestar contas ao Fisco, do imposto apurado, é deduzido o valor doado, observadas as demais condições e o limite de 6% do imposto devido anualmente.

Pensar no futuro também ajuda

Os investimentos em previdência privada, na modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), permitem que o contribuinte deduza até 12% dos seus rendimentos tributáveis no ano, na hora de declarar o imposto de renda.

O investimento favorece aqueles que optam pela declaração completa do IR e significa que o benefício fiscal pode aumentar a restituição ou reduzir o valor a ser pago no acerto de contas.

Assim, se dentre suas resoluções de ano novo estiver poupar para o futuro, que tal antecipar um pouco a decisão e aproveitar os benefícios fiscais?

veja também